Inscrições no Prêmio ‘Para Mulheres na Ciência’ vão até 15 de maio

Foto Divulgação
Foto Divulgação

Foram prorrogadas as inscrições para a 11ª edição do Prêmio L’Oréal-UNESCO-ABC Para Mulheres na Ciência. Agora, jovens cientistas de todo o Brasil têm até o dia 15 de maio para realizar suas inscrições no programa que visa promover, valorizar e reconhecer a participação das mulheres no mercado científico. As pesquisadoras podem submeter seus projetos para avaliação no site: http://www.paramulheresnaciencia.com.br.

Realizado desde 2006 no Brasil, o Prêmio já contemplou diversas linhas de pesquisa, nas categorias de Ciências Biomédicas, Biológicas e da Saúde; Ciências Físicas; Ciências Matemáticas; e Ciências Químicas, reconheceu 68 cientistas brasileiras pela relevância dos seus trabalhos e distribuiu aproximadamente R$ 3.5 milhões em bolsas-auxílio. Em 2015, mais de 400 pesquisas de todo o país foram inscritas.

A empresa líder mundial em cosméticos acredita que mulheres na ciência têm o poder de mudar o mundo. Ao todo, sete pesquisas serão premiadas com bolsa-auxílio de R$ 50 mil, cada uma. As vencedoras da 11ª edição serão anunciadas em agosto e a cerimônia de premiação será em outubro.

Confira aqui mais detalhes sobre o regulamento.

Projeto

A L’Oréal Brasil acredita que Mulheres na ciência têm o poder de mudar o mundo. Para a empresa, a ciência é a chave para solucionar os enormes desafios do mundo atual e mudá-lo para melhor e, por isso, promove desde 2006, em parceria com a UNESCO e com a Academia Brasileira de Ciências, o Programa “Para Mulheres na Ciência”.

O Programa, que está completando 11 anos no Brasil e 18 no mundo, tem como motivação a transformação do panorama da ciência, favorecendo o equilíbrio dos gêneros no cenário brasileiro e global, incentivando a entrada de mulheres no universo científico.

Na edição local, anualmente são escolhidas sete jovens pesquisadoras de diversas áreas de atuação que são contempladas com uma bolsa-auxílio para ser investida em sua pesquisa. O prêmio já reconheceu 68 cientistas promissoras, que receberam impulso extra para dar prosseguimento em seus estudos e incrementar o desenvolvimento da ciência no Brasil.

Os trabalhos são avaliados por uma comissão julgadora formada por renomados profissionais da área da científica.

Comentários

comentários