IFMS registra 87,4% de presença em provas do Exame de Seleção 2017

Processo seletivo é para ingresso em cursos técnicos integrados ao ensino médio

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) realizou neste domingo, 20, o Exame de Seleção 2017, processo seletivo para ingresso nas 1,6 mil vagas ofertadas em cursos técnicos integrados da instituição.

ifmsselA prova teve quatro horas de duração e ocorreu em dez municípios para 3,6 mil inscritos. A abstenção registrada foi considerada pequena pela comissão organizadora do certame, com 461 ausentes e presença de 81,4% dos candidatos.

“É o maior Exame que o IFMS já fez desde a sua criação. Pela primeira vez tivemos que realizar a prova em dois lugares em Campo Grande, onde o número de inscritos aumentou 30%. Acreditamos que a procura subiu porque a sociedade está vendo os resultados do trabalho do Instituto e conhecendo melhor os nossos cursos”, afirmou Delmir Felipe, Pró-reitor de Ensino.

A previsão é que o gabarito seja publicado na Central de Seleção do IFMS na segunda-feira, 21. A primeira chamada está prevista para 9 de dezembro.

“Em todos os campi as provas ocorreram tranquilamente e sem nenhum imprevisto, apesar do grande número de inscritos e presentes”, explicou Berinaldo Bueno, presidente da Comissão Central do Exame de Seleção 2017.

Este ano, pela primeira vez, o Instituto ofereceu isenção na taxa de inscrição para estudantes de escolas públicas. Os cursos ofertados são Agricultura, Agropecuária, Alimentos, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Informática para Internet, Mecânica e Metalurgia.

Prova em Família – Nos corredores dos locais de prova do IFMS, famílias inteiras chegavam acompanhando os candidatos. A maioria dos que estão fazendo o Exame de Seleção acabou de sair do ensino fundamental e são adolescentes. Portanto, a decisão de tentar entrar no Instituto foi tomada com os pais.

Diogo Franciscone, 14 anos, chegou com quarenta minutos de antecedência e foi o primeiro a entrar na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), um dos locais em que foi realizado o Exame em Campo Grande. A avó, Eli da Silva, ansiosa com a prova, acompanhava o estudante. “A gente aguardava por esse momento há muito tempo, por isso chegamos aqui as 6h20”, contou.

“Eu escolhi o Instituto porque acho que aqui tem mais conhecimento. Também é um local muito bem recomendado pelos professores”, explicou Diogo, que está buscando uma vaga no curso de técnico de Informática.

Bárbara dos Santos, 14 anos, veio acompanhada dos pais e do irmão, de 9 anos. A mãe, Marinei de Melo, diz que é para a filha ficar mais tranquila. Ela conta que conheceu o Instituto por meio de uma vizinha e procurou informações sobre o Exame de Seleção no site do IFMS. Desde então, virou uma entusiasta da instituição.

“Pesquisei tudo e incentivei meu sobrinho a fazer a prova no ano passado. Ele entrou. Agora minha filha e outras duas amigas vão fazer o Exame. Nós até pagamos até aulas de reforço para elas tentarem uma vaga”, explica.

Jeziel Passos, pai do candidato Frederico Passos, 13 anos, diz que o filho optou por fazer a prova para uma vaga no curso técnico integrado em Mecânica depois de ler uma publicação no site do IFMS. “Nós entendemos o que o curso tinha a oferecer para a carreira dele e ele se identificou com as atividades que irá fazer depois de formado”, completou.

Crescimento – Em funcionamento desde 2010, o IFMS é a única instituição pública federal a ofertar educação profissional e tecnológica no Estado. Atualmente, conta com mais de 8 mil estudantes matriculados em cursos gratuitos de nível médio, superior e pós-graduação.
Neste ano, o número de vagas oferecidas no Exame de Seleção é 50% maior do que o ofertado do ano passado.

Metade das vagas ofertadas foi reservada a candidatos que cursaram todas as séries do ensino fundamental em escola pública. Desse total, há cotas aos que comprovarem renda familiar bruta mensal per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e aos que se autodeclararem pretos, pardos e indígenas.

Técnico Integrado – Nesta modalidade, o estudante cursa o ensino médio e a formação técnica de forma articulada. O diploma tem validade nacional e o habilita tanto a ingressar em cursos de nível superior quanto ao exercício profissional.

O estudante pode participar de programas de iniciação científica e tecnológica do IFMS, que permitem a realização de pesquisa aplicada sobre temas das mais variadas áreas de conhecimento, além de atividades de extensão junto às comunidades dos municípios.

Matrículas – Os aprovados em primeira chamada deverão fazer a matrícula, na Central de Relacionamento (CEREL) dos campi, entre os dias 9 e 18 de janeiro. A matrícula poderá ser feita pessoalmente ou por terceiros, caso o candidato esteja impedido de efetuá-la, com a apresentação de procuração simples (de próprio punho). Novas chamadas estão previstas a partir do dia 23 de janeiro. A data de início das aulas será informada no ato da matrícula.

Comentários

comentários