Idoso reage a assalto, toma revólver e atira 3 vezes em bandido

Uma ocorrência de assalto seguida de baleamento foi registrada no final da manhã deste sábado (25) pela equipe da Ronda Ostensiva e Tática do Interior (ROTAI) de Três Lagoas que esteve em uma residência na Rua Alexandre Abrão no bairro Jardim dos Ipês para atender o caso.

Foto TL Notícias
Foto TL Notícias

Dados de testemunhas indicam que um empresário de 55 anos chegava em sua casa com uma camionete de luxo e ao parar o veículo na garagem, notou que um assaltante havia entrado em sua casa no instante em que o portão basculante se abaixada.

REAGIU AO ASSALTO

Ao ser rendido em um assalto com o emprego de uma arma de fogo, a vítima reagiu e tomou o revólver calibre 38 do criminoso que tentou correr ao notar que a vítima começou a efetuar vários disparos em sua direção. Três tiros dados pelo empresário acertaram o bandido na cabeça, costas e abdômen.

Após correr cerca de 50 metros, o assaltante caiu na rua lateral e gritou por socorro ao amigo que deixou o local em um automóvel Uno de cor cinza.

O empresário ao notar que as munições do revólver haviam acabado, começou a desferir várias coronhadas na cabeça do bandido. A arma de fogo chegou a desmontar.

O RESGATE

Duas equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) estiveram no local e resgatou a vítima baleada ao Hospital Auxiliadora. Seu estado de saúde é crítico e devido às três perfurações, ele corre risco de morte.

Ao dar entrada na unidade, foi entubado e seguiu diretamente para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Quanto a sua identificação, até o momento não pode ser feita devido ele – bandido – não estar portando documentos.

O COMPARSA DO BANDIDO

O segundo bandido que dava cobertura ao bandido ainda não foi encontrado e neste momento, a PM já faz um rastreamento no circuito de câmeras de segurança do bairro para tentar identificar a placa do carro usado no crime. Buscas estão sendo feitas na cidade para tentar capturar o segundo assaltante.

PROCEDIMENTOS

A ocorrência policial será registrada na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (DEPAC) para as devidas providências. O empresário que reagiu ao crime não teve ferimentos e passa bem.

Comentários

comentários