Idosa de 75 anos é encontrada morta com sinais de violência sexual

A polícia tenta localizar um morador de rua suspeito de matar a cuidadora Maria da Conceição Souza, de 75 anos, na Alameda Guaiases, Planalto Paulista, zona sul de São Paulo. Segundo informações da Polícia Civil, a idosa foi encontrada, na manhã desta quinta-feira, nua, com os braços amarrados com a própria blusa, marcas de enforcamento e a calcinha suja de sangue ao lado do corpo. Ela cuidava de outra senhora, Lucy Umburana, de 85 anos, que tem doença de Alzheimer.

Em SP, idosa de 75 anos é encontrada morta com sinais de violência sexual Foto: Reprodução/Internet
Em SP, idosa de 75 anos é encontrada morta com sinais de violência sexual Foto: Reprodução/Internet

— Tudo indica que ela tenha sido estuprada. A Lucy foi a primeira a vê-la. A Maria morava com ela havia mais de 50 anos. Já era agregada da família — disse a delegada Naiara Caetano Borlina, do 27º Distrito Policial (Campo Belo), que está com o caso.

A delegada aponta o morador de rua Robson Henrique Martins, de 25 anos, a quem Maria ajudava, como principal suspeito.

— Ele dormia num colchão, em frente à casa ao lado, que está para alugar. Maria dava comida para ele. No dia em que aconteceu, esse homem sumiu e tudo indica que tenha sido ele. Já o identificamos e estamos atrás.

O corpo de Maria ainda não foi liberado, já que sua família é da Bahia e ninguém ainda foi localizado.

EXTRA

 

Comentários

comentários