Ibope confirma crescimento de Rose e queda livre de Marquinhos na reta final

Pesquisa Ibope, divulgada na noite desta sexta-feira (28), mostra empate entre os candidatos a prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto (PSDB), já que a margem de erro do levantamento é de 4% para mais e para menos.

Margem de erro da pesquisa é de 4% para mais e para menos
Margem de erro da pesquisa é de 4% para mais e para menos Foto reprodução TV Morena

O levantamento, encomendado pela TV Morena, indica que Marquinhos perdeu seis pontos percentuais em duas semanas. Quando considerada a margem de erro de quatro pontos percentuais, é possível constatar os candidatos praticamente empatados –Marquinhos teria 40% das intenções de voto e Rose, 39%.

O mesmo valeria para os votos válidos –51% a 49%, a poucas horas do comparecimento dos campo- -grandenses às urnas.

Em 14 de outubro, o Ibope apontava Marquinhos com 50% das intenções de voto, recuando agora para 44%. No período, Rose Modesto saltou de 29% para 35%. Votos brancos e nulos passaram de 10% para 17% no período, e os eleitores que não sabem ou não responderam recuaram de 5% para 4%. Quanto aos votos válidos, Marquinhos tem 55% das intenções de voto, e Rose 45%. De 26 pontos percentuais há duas semanas, ela chega a dez Nos dois levantamentos, o Ibope ouviu 602 eleitores. Na pesquisa divulgada ontem, as entrevistas foram realizadas entre os dias 25 e 27 de outubro.

O intervalo de confiança é de 95%. Na quarta-feira (26), o jornal O Estado divulgou pesquisa da Vale Consultoria e Assessoria que já apontava a evolução de Rose e a queda de Marquinhos. Em um universo maior de entrevistados –1.200 eleitores–, Marquinhos aparecera com 34% na pesquisa espontânea, ante 32% da candidata do PSDB, com 34% dos eleitores declarando votos em branco, nulos ou indecisos. Já na estimulada, Marquinhos chegou a 38%, e Rose a 35%, com 16% votos em branco e nulo e 11% de indecisos. A margem de erro era menor, de 2,8 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada sob o número MS- 07262 no TRE, com a coleta de dados entre 20 e 25 de outubro

Comentários

comentários