IBGE aponta que produção industrial cai em dez dos 14 locais pesquisados

A produção industrial caiu em dez dos 14 locais pesquisados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em outubro, ante setembro, segundo a PIM-PR Regional (Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física Regional ).

Setor da indústria nacional (Foto: Divulgação)
Setor da indústria nacional (Foto: Divulgação)

Os dados, que consideram o ajuste sazonal, foram divulgados nesta terça-feira (8).

As quedas mais expressivas na atividade industrial foram vistas no Pará (-6,0%), Paraná (-5,7%), Espírito Santo (-5,1%) e Amazonas (-4,9%).

Rio de Janeiro (-0,9%) e Rio Grande do Sul (-0,8%) também registraram recuos mais intensos do que a média nacional (-0,7%), enquanto Região Nordeste (-0,5%), São Paulo (-0,4%) e Minas Gerais (-0,1%) completaram o conjunto de locais com índices negativos em outubro de 2015, segundo o IBGE.

Por outro lado, Bahia (2,2%) e Ceará (0,9%) mostraram os avanços mais elevados nesse mês, com o primeiro eliminando parte da perda de 9% acumulada nos meses de agosto e setembro; e o segundo devolvendo parte do recuo de 1,9% verificado no mês anterior. Os demais resultados positivos foram registrados por Pernambuco (0,3%) e Santa Catarina (0,2%).

Ainda na série com ajuste sazonal, a evolução do índice trimestral para o total da indústria nacional apontou queda de 1%, no trimestre encerrado em outubro de 2015 frente ao nível do mês anterior, e manteve a trajetória de queda iniciada em outubro de 2014, de acordo com o IBGE.

Produção cai na comparação anual

Nos demais tipos de comparação, o IBGE também avalia o desempenho do Estado do Mato Grosso, analisando, portanto, 15 locais no total.

Na comparação com igual mês do ano anterior, o setor industrial mostrou redução de 11,2%, em outubro de 2015, com 13 dos 15 locais pesquisados apontando resultados negativos.

Segundo o IBGE, outubro de 2015 teve dois dias úteis a menos do que outubro de 2014. Nesse mês, o recuo mais intenso foi registrado por Amazonas (-20,6%).

No indicador acumulado para o período janeiro-outubro de 2015, frente a igual período do ano anterior, a redução na produção nacional alcançou 12 dos 15 locais pesquisados, com seis recuando com intensidade superior à média nacional (-7,8%): Amazonas (-15,1%), Rio Grande do Sul (-11,8%), São Paulo (-10,5%), Ceará (-9,4%), Paraná (-8,5%) e Santa Catarina (-8,0%).

No acumulado nos últimos doze meses, o recuo é de 7,2% em outubro de 2015 para o total da indústria nacional. A perda é a mais intensa desde novembro de 2009, quando houve queda de 9,4%. Em termos regionais, 12 dos 15 locais pesquisados mostraram taxas negativas no acumulado, de acordo com o IBGE.

UOL

Comentários

comentários