Hospital dos Médicos sem Fronteiras é bombardeado no Iêmen

Um hospital da organização internacional Médicos sem Fronteiras foi alvo hoje (27) de um ataque aéreo por parte da aviação saudita, em Saada, no Iêmen.

YEMEN-SECURITY_-G1U2AALUO.1

“Uma unidade da MSF foi alvejada na noite passada por uma série de ataques aéreos, quando pacientes e pessoal médico estavam dentro do prédio”, comunicou a organização através do seu Twitter.

É o segundo hospital da MSF bombardeado durante o mês de outubro. O primeiro caso foi o da cidade de Kunduz, no norte do Afeganistão. O prédio foi bombardeado pela aviação dos EUA. O comando da missão norte-americana no Afeganistão se justificou alegando informações sobre militantes do grupo terrorista Talibã que podiam estar dentro do hospital.

Agência Brasil

Comentários

comentários