Hospital do Câncer espera que prefeitura cumpra acordo para evitar redução nos atendimentos

Em entrevista coletiva concedida na manhã desta segunda-feira, o presidente do Hospital do Câncer Alfredo Abrão, Carlos Alberto Coimbra, anunciou que recebeu neste domingo (31), “o compromisso do superintendente da Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (Sesau), Virgílio Gonçalves de Souza Júnior, e do chefe de gabinete do prefeito Gilmar Olarte (PP), Paulo Matos (PP), da realização do repasse de R$200 mil, de um total de R$800 mil atrasados da prefeitura, ainda nesta segunda-feira”(01).

Atualmente, a prefeitura tem pago em dia apenas os R$215 mil contratualizados até outubro do ano passado, quando um novo acordo acertou o pagamento de R$ 200 mil excedentes.

Coimbra explicou que, adsim, a dívida acumulada da administração municipal soma R$800 mil, exatamente o valor que o hospital deve à fornecedores.

De acordo com o presidente do Hospital do Câncer, durante à reunião realizada com os representantes da prefeitura, “ficou acertado que os demais R$600 mil em atraso devem ser regularizados à partir de julho, quando deve ser definido também um cronograma que regularize os pagamentos”.

Coimbra explicou que “não gostaria de considerar essa possibilidade, mas é preciso reconhecer que, se estes repasses não forem feitos de forma regular, o hospital precisará considerar algum tipo de redução nos atendimentos a partir de julho”.

“Deixar de contar com esses serviços não seria vantagem nenhuma para prefeitura. Hoje, como instituição particular, o Alfredo Abrão realiza por R$1, os mesmos serviços pelos quais a prefeitura paga R$2,50 para hospitais públicos da Capital”.

Silvio Ferreira

Comentários

comentários