Homem morre em confronto com o DOF depois de furar bloqueio

Fransué Kennedy Lopes de Abreu, de 25 anos, morador em Goiânia, morreu e um comparsa, Fábio Júnior da Silva, de 29 anos, também morador no estado de Goiás, foi preso depois de atirarem contra uma equipe do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), no final da manhã desse domingo, 7 de junho, na região de Amambai.

Foto A Gazata News
Foto A Gazata News

O confronto começou quando os policiais realizavam barreira na Rodovia MS-289 entre Amambai e Coronel Sapucaia e teriam tentado abordar a dupla, que estava em um Hyundai IX 35 cor branca, roubado no estado de Goiás, mas com placas frias de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul.

Segundo o DOF, na tentativa de abordagem a dupla furou a barreira atinado na guarnição e seguiu em direção a Coronel Sapucaia.

Houve perseguição e ao se deparar com uma equipe da Polícia Militar de Coronel Sapucaia, que já se deslocava em apoio à equipe do DOF, os marginais tomaram uma estrada vicinal, vindo a abandonar o Hyundai e tentar se esconder na mata.

Um dos indivíduos, Fábio Júnior, foi capturado pelo DOF às margens da mata. Já o outro, segundo a polícia, ao se deparar com policiais do BOPE (Batalhão de Operações Especiais) da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, que atuava em missão na região de fronteira e também saiu em apoio a ocorrência do DOF, teria atirado contra os policiais que revidaram.

Baleado, Fransué Kennedy chegou a ser socorrido para o Pronto Socorro do Hospital Regional de Amambai, mas acabou não resistindo e morreu. Com ele os policias apreenderam um revólver calibre 38.

O BOPE (Batalhão de Operações Especiais) antes se chamada Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises).

Com Informaçções A Gazeta News

Comentários

comentários