Homem mata enteada a tiros, fere esposa e é preso em matagal

Jackson Nogueira

O pedreiro Ramão Carvalho de Souza, 56 anos matou a enteada Talia Soares Rech de 19 anos a tiros na noite de quarta-feira (7) e baleou a esposa Elza Aparecida Soares de 47 anos, em Rio Brilhante, a 150 quilômetros de Campo Grande. A mulher foi internada em estado gravíssimo.

Pedreiro foi encontrado escondido em matagal, após assassinar enteada de 19 anos e atirar no rosto da esposa. (Foto: Olimar Gamarra/ Rio Brilhante em Tempo Real)

De acordo com o boletim de ocorrência, a jovem foi baleada com dois tiros na nuca, foi socorrida e levada para o hospital do município, porém, não resistiu aos ferimentos.

A mãe dela também foi baleada e por causa da gravidade dos ferimentos, precisou ser transferida em vaga zero para o Hospital da Vida, em Dourados.

A polícia prendeu o suspeito em uma fazenda de Rio Brilhante. Ele disse que perdeu a arma do crime durante a fuga. Na casa dele foram apreendidas duas espingardas e munições.

Ramão confessou o crime e disse estar arrependido. Ele contou ainda que estava em casa com a enteada e a esposa, quando teria iniciado uma discussão entre os três, após as vítimas cobrarem o homem por ele não estar ajudando a pagar as contas de casa.

O acusado confessou ainda que sempre teve um relacionamento conturbado com Elza e Talia, mas que trabalha como pedreiro e ajudava em casa. Durante a discussão de ontem, os ânimos teriam se exaltado mais, momento em que ele foi até o quarto, pegou o revólver e atirou primeiro em Talia. Elza entrou na frente da filha para tentar defende-la, e foi atingida por um disparo no rosto.

O motivo do crime não foi divulgado. De acordo com o delegado André Luis de Mendonça Fernandes, Ramão vai responder por feminicídio, tentativa de feminicídio e e posse ilegal de arma de fogo.

O corpo de Talia foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Dourados onde passará por exames e deverá retornar para velório por volta das 10h desta quinta-feira (8).

Comentários

comentários