Homem é executado por não aceitar namoro da filha adolescente

Um homem de 54 anos, identificado como Jeová José de Oliveira, teve a casa invadida por dois homens armados na noite de ontem (07), e foi executado a tiros na frente do filho. O crime aconteceu na cidade de Ponta Porã, a 342 quilômetros de Campo Grande.

Foto Léo Véras
Foto Léo Véras

Segundo informações do boletim de ocorrência, por volta das 21h, a vítima estava jantando na sala acompanhado de um dos filhos, quando dois homens invadiram a residência e executaram Jeová com três tiros no tórax. No momento do crime, a esposa da vítima e mais três filhos, sendo todos crianças, estavam em um do quarto da residência.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegaram ao local a vítima já estava sem vida.

De acordo com a mulher de Jeová, uma filha do casal fugiu de casa em novembro para morar com um homem. Ainda segundo a testemunha, a vítima era contra o relacionamento da filha e era muito rígido.

Pouco tempo após a jovem sair de casa, o muro da residência onde Jeová morava com a família foi pichado com uma ameaça, dizendo que todos iriam morrer.

Ainda segundo relatos da esposa da vítima, há dois meses, dois homens invadiram a casa de Jeová e o ameaçaram de morte com um revólver. A família acredita que o marido da filha de Jeová esteja envolvido no crime.

Após o homicídio, dois suspeitos foram localizados e fizeram exame de residuográfico, quer serve para identificar vestígios de pólvora na mão.

Até o momento, ninguém foi preso. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Comentários

comentários