H1N1 pode ter feito a 5ª vítima em MS

11h1A polícia registrou a morte de Aurora Ferreira Gonçalves que deu entrada no hospital em Cassilândia, município distante 437 quilômetros de Campo Grande, com suspeita de H1N1 no sábado (9). Segundo o boletim de ocorrência, a mulher deu entrada sem vida na Santa Casa.

O médico que atendeu a vítima disse à polícia que ela não apresentava características de infarto e suspeita de H1N1 por causa do surto. O médico solicitou que a idosa fosse encaminhada para Paranaíba para fazer exames mais detalhados.

Em Mato Grosso do Sul, já foram registradas três mortes por H1N1 em 2016: Corumbá, São Gabriel do Oeste e Campo Grande. Segundo o último boletim epidemiológico, há 106 casos notificados e 11 de influenza A confirmados. Além disso, também houve um caso de influenza B confirmado na capital sul-mato-grossense.

No estado, outras 36 amostras de influenza tiveram resultado positivo, mas não foram confirmados. A morte da idosa foi registrado como morte a esclarecer.

 

Comentários

comentários