Guerrero ironiza Palmeiras e Santos e ‘sente vontade de rir’ de Centurión

Paolo Guerrero voltou afiado. Se ainda não dentro de campo, nos microfones. Na manhã desta sexta-feira, o atacante concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava e falou grosso. Sobrou, principalmente, para os rivais alvinegros. A começar por um dos representantes do São Paulo dentro de campo.

Guerrero concedeu entrevista nesta sexta-feira no CT (Foto: Rodrigo Vessoni)
Guerrero concedeu entrevista nesta sexta-feira no CT (Foto: Rodrigo Vessoni)

Após a vitória no Majestoso do Morumbi, o meia-atacante Centurión escreveu numa rede social que estava provado quem era o maior time da cidade.

– Eu não quero dar risada agora, né? Eu quero só trabalhar, eu não quero entrar nessa polêmica, quem tem de falar quem é o melhor são vocês, a gente já demonstrou quem é o melhor – afirmou, com sorriso no rosto e um tom de puro deboche do argentino.

Mas a metralhadora do camisa 9 do Timão não parou por aí. Ao comentar sobre a eliminação no Campeonato Paulista, que será decidido por Palmeiras e Santos, Guerrero desdenhou da competição estadual e repetiu que a prioridade do clube é o torneio sul-americano.

– Deu para perceber que o Corinthians não chegou tão bem pelo cansaço, fizemos jogos intensos, deu para perceber que meus companheiros estavam mais cansados. Mas o mais importante é que estamos classificados para as oitavas da final da Libertadores. A prioridade era a Libertadores, coisas grandes, gostamos de coisas maiores, não disso. Deixa para o Santos e o Palmeiras se mataram por isso… – afirmou o peruano sobre o Estadual, que atua no clube mais vezes campeão estadual (27 vezes).

O Corinthians foi eliminado do Paulista após empatar no tempo normal com o Palmeiras e perder nos pênaltis. Questionado se poderia ser diferente se tivesse em campo, o centroavante minimizou e voltou a cutucar a competição.

– Pode ser que tivesse acontecido o mesmo. Nós relaxamos um pouco, não focamos bem para esse jogo. O Cansaço jogou contra, mas vamos deixar para trás. Queremos ganhar a Libertadores. Essa é a prioridade – lembrou.

Por fim, Guerrero foi lembrado sobre a queda de produção da equipe nos últimos jogos. Com a confiança que é peculiar, o peruano voltou a reafirmar que ele e seus colegas têm qualidade suficiente para voltar a jogar em alto nível.

– O Corinthians já demonstrou que pode ser campeão, a gente deu uma relaxada, mas está chegando dentro do mata-mata, esse time tem a cara das decisões, dos jogos importantes. Podem ficar tranquilos que vamos demonstrar que somos o melhor time do Brasil – avisou

LANCEPRESS!

Comentários

comentários