Guardas municipais aderem à campanha de doação de sangue e de medula óssea

Durante o mês de outubro, todo o efetivo da Guarda Municipal de Campo Grande abraçou a causa para salvar vidas. A campanha Guarda Sangue Bom tem parceria com a Prefeitura e o Hemosul e visa atender a solicitação de Carlos Alberto Rezende, vulgo professor Carlão.

Guarda municipal doa sangue (Foto: CG Notícias)
Guarda municipal doa sangue (Foto: CG Notícias)

“O estoque de sangue está abaixo do esperado e quando iniciei a campanha havia 30 doadores compatíveis para a medula óssea. Após dois meses que comecei os trabalhos, este número passou para 56″, frisou Carlão, emocionado.

Na quinta-feira, as bases administrativas Anhanduizinho e Segredo cumpriram a escala para doação e mais de 40 guardas compareceram ao Hemosul, inclusive alguns de folga prestaram sua contribuição e também fizeram doação de sangue e de medula óssea.

Comentários

comentários