Grupo Cênika apresenta “Era uma Vez… Branca de Neve” nesse fim de semana no Centro Cultural

Foto Divulgação
Foto Divulgação

O grupo teatral Cênika, em parceria com a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), realiza a última apresentação da peça infantil “Era uma Vez… Branca de Neve” nesse sábado e domingo (20 e 21 de fevereiro), às 18 horas, no Teatro Aracy Balabanian do Centro Cultural José Octávio Guizzo. A classificação é livre e a apresentação tem duração aproximada de 60 minutos.

A peça “Era uma vez… Branca de Neve” é a história narrada por uma Fada e um Elfo, que estão cansados desses contos comuns. Eles contam de uma forma diferente e dinâmica esse conhecido clássico, deixando-o muito mais repleto de magia, transmitindo ao público infantil várias mensagens importantes para o desenvolvimento e a formação do caráter, como mensagens de respeito aos mais velhos, pais e professores por exemplo.

A apresentação conta a história da malvada e bela Rainha Giselda, que passa seus dias maltratando a pobre e delicada Branca de Neve até o surgimento de um príncipe galã que desperta o amor na jovem princesa. Giselda fica transtornada com essa situação e tenta de todas as formas conquistar o príncipe, conjurando um enorme feitiço que fará o nobre esquecer a moça e ficar perdido por aí à procura da “bela voz que despertou seu amor”.

Enquanto tudo isso acontece, o Espelho Mágico da Verdade, a Fada e o Elfo que narram a história se veem diante de um impasse. Será que os três irão ajudar a pobre princesa? E as maldades da Rainha Giselda pararão por aí ou tudo isso é só o começo?

Fadas, Elfos, Espelhos Mágicos se misturam em uma enorme confusão para buscar o final feliz com a jovem Branca de Neve e seu Príncipe, mas para isso terão que derrotar a malvada, rica, poderosa e macumbeira Rainha Giselda.

O foco principal da peça é a autoestima, mostrando para as pessoas que o que realmente importa é o que são, o caráter que se constrói com as experiências vividas a cada dia.

A peça tem autoria e direção de Mário Henrique Lopes e o elenco é composto por Italo Souza como Espelho Mágico; Daniele Santana como Fada; Marina Bedatty como Branca de Neve; Henrique Heck como Príncipe Encantado, Mário Lopes como Rainha Giselda e Leonn Gondin como Elfo e Policial.

O Grupo Teatral Cênika completa este ano nove anos desde sua estreia e já realizou os seguintes espetáculos: O Vestido de Noiva, de Nelson Rodrigues (2006), A Formiguinha e a Neve (2011), O Rato (2011) e Auto de Nossa Senhora (2011).

Serviço

Ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) e crianças até cinco anos não pagam. A meia-entrada é valida para crianças até 12 anos, estudantes, professores, doadores de sangue e idosos (acima de 60 anos), com a apresentação de seu respectivo comprovante. Todos pagam meia-entrada, caso adquiram os ingressos até sexta-feira (19) pelo telefone 9330-1207. No sábado os ingressos estarão disponíveis na bilheteria do teatro a partir das 17 horas.

O Centro Cultural José Octávio Guizzo fica na rua 26 de Agosto, 453, entre a avenida Calógeras e a rua 14 de Julho. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3317-1795.

Fundação de Cultura

Comentários

comentários