Greve dos bancários começa amanhã e pode fechar 100% das agências na Capital

Começa amanhã greve de bancários em todo o país. A categoria rejeitou a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de reajuste de 5,5% e o abono de R$ 2,5 mil.

A reivindicação é de reajuste pela inflação oficial mais 6%, além de atualização de auxílio-creche e ticket alimentação e melhor distribuição de lucros. Segundo informações, a paralisação vai afetar as sedes dos bancos e as agências, mas os caixas eletrônicos devem permanecer em funcionamento.

Categoria aprovou paralisação na semana passada. (Foto:Divulgação)
Categoria aprovou paralisação na semana passada. (Foto:Divulgação)

Em Campo Grande, a expectativa é de que 100% das agências localizadas na região central da cidade não abram as portas à população, conforme informou o presidente do Sindicato dos Bancários de Mato Grosso do Sul, Edvaldo Barros.

O sindicato dos Bancários da região de Campo Grande abrange 27 municípios e reúne cerca de 3 mil funcionários. Só na Capital são 130 agências.

A categoria reivindica um índice de 16% referente a reposição da inflação e ganho real de 5,7%. No entanto, a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos)ofereceu apenas 5,5% de reajuste.

“Os bancos com seus lucros astronômicos estão ofendendo os seus empregados com essa proposta, que sequer repõe a inflação. Eles estão jogando a categoria para a greve”, critica Barros..

Comentários

comentários