Grêmio vence confronto direito na Arena e toma vaga do Santos no G4

O Grêmio reagiu diante de seu torcedor após duas derrotas seguidas e interrompeu a ascensão momentânea do Santos no Campeonato Brasileiro. Em confronto direto pela briga no topo da tabela, nesta quarta-feira, o Tricolor levou a melhor com uma vitória emocionante e dramática por 3 a 2 em cima do alvinegro praiano. Além de acabar com a chance do Peixe de assumir a liderança do nacional nesta 12ª rodada após 10 anos e 2 meses, os gaúchos ainda tomaram a vaga santista dentro do G4, independentemente dos resultados dos outros jogos.

Douglas marcou o segundo gol do Grêmio em cima do Santos (Foto: Gazeta )
Douglas marcou o segundo gol do Grêmio em cima do Santos (Foto: Gazeta )

O Santos pagou pela falta de concentração em momentos cruciais do duelo na Arena, em Porto Alegre. Logo aos 3 minutos, o time de Dorival Júnior levou o primeiro gol depois de Giuliano aproveitou rebote dado por Vanderlei. E quase nos acréscimos da primeira etapa, em lance muito parecido, foi a vez de Douglas aproveitar rebatida do goleiro alvinegro. O Peixe descontou no segundo tempo com o atacante Jonathan Copete, que fez sua estreia ao entrar no intervalo e não desperdiçou desvio de Gustavo Henrique em escanteio pela esquerda. Nos minutos finais, Zeca marcou um golaço de fora da área e empatou tudo, mas Lucas Lima perdeu uma bola dominada no campo de defesa e Hermes levou os gremistas ao delírio já aos 44 do segundo tempo.

Agora com 21 pontos, o Grêmio se prepara para o Gre-Nal de domingo, no Beira Rio, às 11 horas. Já o Santos buscará a reação no mesmo dia, mas às 16 horas, na Vila Belmiro, frente a Chapecoense.

Giuliano abriu o placar depois de rebote de Vanderlei logo aos 3 minutos de jogo (Foto: Lucas Uebel)

Dois rebotes dois gols

A expectativa antes da bola rolar era de jogão em Porto Alegre devido as duas equipes estarem tão próximas na tabela de classificação. Mas, enquanto o Grêmio entrou em campo preparado para uma decisão, o Santos acabou pagando pela desatenção nos minutos iniciais. Os defensores de Dorival Júnior não resistiram a pressão na saída de bola e foram surpreendidos. Éverton recebeu pela esquerda, limpou e bateu forte. Vanderlei espalmou e Giuliano não perdoou no rebote: 1 a 0 Tricolor com apenas 2 minutos de jogo.

O Peixe demorou para entrar no ritmo da partida e por pouco não viu o prejuízo ficar ainda pior no minuto seguinte. Douglas dominou dentro da área, após escanteio e cruzou na cabeça do zagueiro Rafael, que jogou por cima do travessão e por pouco não ampliou a vantagem.

Só a partir daí os santistas, até então atordoados, conseguiram ter calma e colocar a bola no chão. Aos 7 minutos, Lucas Lima serviu Victor Ferraz na direita. O lateral cruzou para trás e Rodrigão bateu com perigo. Era o início do domínio alvinegro, ao menos no quesito posse de bola, já que o chute do centroavante foi a única jogada furou a defesa gremista em todo o primeiro tempo.

Com a nevoa de volta à Arena, como vem ocorrendo em muitos jogos do Grêmio em sua casa, o ritmo diminuiu e as disputas passaram a ficar concentradas no meio de campo. Apenas Giuliano conseguiu se sobressair ao sistema defensivo aos 28 minutos, nas costas de Victor Ferraz, mas Vanderlei salvou com uma bela defesa a queima roupa.

E quando todos pareciam aguardar o apito do árbitro para descansar nos vestiários, os gaúchos marcaram de novo em lance muito parecido com o primeiro gol. Aos 44, Éverton passou por Luis Felipe e Victor Ferraz e bateu cruzado. Vanderlei voltou a rebater a finalização e Douglas ‘pregou’ o goleiro, sem deixar a bola cair, em amis um rebote.

Emoção até o fim


Com o placar de 2 a 0 contra, Dorival Júnior resolveu mexer já no intervalo e promoveu a estreia do atacante colombiano Jonathan Copete. Vitor Bueno foi sacado. Em campo, porém, as coisas continuaram ruim para os paulistas. O Grêmio repetiu a dose de pressionar nos primeiros minutos e Éverton quase marcou depois de receber cruzamento de Marcelo Oliveira e bater cruzado. A bola raspou a trave de Vanderlei.

O goleiro preciso trabalhar ainda mais duas vezes nos primeiros 10 minutos em finalizações de Giuliano e Edilson. O Santos não conseguia ser criativo, apesar de ter Lucas Lima na armação e três atacantes na frente.

Só aos 19 minutos o Peixe chegou. Gabriel fez jogada individual pela direita e encheu o pé. Marcelo Grohe evitou o gol santista. Mas, na cobrança do escanteio, o goleiro gremista nada pôde fazer. Gustavo Henrique ganhou no alto e a bola sobrou para Copete, que teve liberdade para dominar e estufar as redes. 2 a 1 e um novo jogo na Arena.

A pressão mudou de lado e o Santos se lançou de vez ao ataque. Dorival, para isso, ainda colocou Yuri no lugar de Gustavo Henrique para que o ex-jogador do Audax pudesse fazer o papel de zagueiro, mas usar sua técnica refinada para ajudar na saída de bola. O Grêmio só respondeu aos 27 minutos, quando Luan recebeu cruzamento de Douglas e desperdiçou uma grande chance, de cabeça.

E quem não faz, toma. Já diria o ditado popular. E mais uma vez foi assim dentro de campo. Aos 37 minutos, Zeca apareceu na diagonal e arriscou de fora da área. O lateral esquerdo, que é destro, ‘pegou na veia’, sem chance para o goleiro gremista, e decretou a igualdade no placar. Desta forma, o Santos mantinha sua vaga dentro do G4 e deixava o rival de fora.

Mas, para concluir uma partida emocionante e digna de duas equipes que prometem brigar pelo título nesta temporada, um gol aos 44 minutos mudou todo o cenário. Lucas Lima perdeu a bola no campo de defesa e complicou a zaga santista. Giuliano serviu Hermes, que bateu de primeira na saída de Vanderlei e fez os quase 15 mil torcedores nas arquibancadas explodirem de alegria, principalmente depois do apito final, que veio após quatro minutos dramáticos de acréscimo.

FICHA TÉCNICA GRÊMIO 3 X 2 SANTOS

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 29 de junho de 2016 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO-ASP-FIFA)
Assistentes: Alessandro A Rocha de Matos (BA-FIFA) e Bruno Raphael Pires (GO-FIFA).
Cartões amarelos: GRÊMIO: Edilson, Douglas, Wallace.SANTOS: Lucas Lima, Zeca e Yuri.
Público: 13.088 pagantes (14.865 total).
Renda: R$ 363.345,00.

GOLS:
GRÊMIO: Giuliano, aos 2, e Douglas, aos 44 minutos do 1T. E Marcelo Hermes, aos 44 minutos do 2T
SANTOS: Jonathan Copete, aos 19, e Zeca, aos 38 minutos do 2T.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Fred, Rafael Thyere (Marcelo Hermes) e Marcelo Oliveira; Walace, Jaílson, Giuliano, Douglas e Éverton (Guilherme); Luan (Bobo).
Técnico:Roger Machado.

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, Gustavo Henrique e Zeca; Renato (Jean Mota), Thiago Maia, Vitor Bueno (Jonathan Copete) e Lucas Lima; Gabriel e Rodrigão.
Técnico: Dorival Júnior.

Comentários

comentários