Grêmio perde por 1 a 0 para a Chape e distância para o Corinthians fica Imortal

Da ESPN

Priorizando a Copa Libertadores, o Grêmio entrou em campo neste domingo com um time misto, contra a Chapecoense, na Arena, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. E os catarinenses levaram a melhor. Com um gol de Arthur Caique no começo do segundo tempo, a Chapecoense venceu fora de casa pelo placar de 1 a 0.

O resultado complica o Grêmio na luta pelo título do Brasileiro. O time de Renato Gaúcho permanece com 43 pontos, na segunda posição. Mas os gremistas agora estão dez pontos atrás do líder Corinthians. Também neste domingo, o time paulista derrotou o Vasco em Itaquera por 1 a 0. Já a Chapecoense respira na luta contra o rebaixamento, ocupando momentaneamente a 14ª colocação, com 28 pontos.

O único gol do jogo na Arena do Grêmio ocorreu aos 2 minutos do segundo tempo. Arthur Caique finalizou de fora da área, a bola desviou e morreu no fundo da rede.

Como esperado, o técnico Renato Portaluppi montou uma equipe mista para o jogo. O treinador poupou os jogadores Edílson, Walter Kannemann e Lucas Barrios, que começaram no banco de reservas. Assim, Léo Moura, Rafael Thyere e Jael iniciaram entre os titulares. O Grêmio ainda não teve a presença do zagueiro Pedro Geromel e do meia-atacante Luan, que ainda estão em fase final de recuperação de lesões.

No lado da Chapecoense, o atacante Túlio de Melo acabou vetado de última hora para o duelo. O jogador sentiu dores no quadril e Arthur Caike iniciou o confronto como titular.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Grêmio visita o Bahia, no próximo domingo, na Fonte Nova. Já a Chapecoense recebe, na mesma data, a Ponte Preta, na Arena Condá.

O jogo

O primeiro ataque da partida foi do Grêmio aos três minutos. O atacante Fernandinho recebeu de Léo Moura e fez jogada individual pelo meio até ficar de frente para o gol na entrada da área e arriscou uma finalização rasteira. A bola passou rente à trave esquerda de defesa do goleiro Jandrei.

Aos 6 minutos, Léo Moura cobrou falta no setor direito ofensivo para a área. O volante Michel apareceu desviando com qualidade perto da meta. Contudo, o assistente já assinalava a posição de impedimento do volante gremista.

Em boa movimentação de Ramiro, o jogador passou pelos zagueiros da Chape e recebeu bom lançamento de Arthur. O gremista dominou e ajeitou a bola para chutar cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 27 minutos, o lateral Léo Moura carregou a bola pela direita e cruzou para a área onde Jael apareceu cabeceando forte e rasteiro no centro do gol. O arqueiro Jandrei defendeu com tranquilidade

A Chapecoense se fechava bem e obrigava os jogadores do Grêmio a forçar as jogadas pelas laterais com cruzamentos para a área ou arriscarem conclusões de fora de área. Aos 40 minutos, o atacante Everton ajeitou e chutou de direita de fora da área, mas a redonda foi no meio da meta. O goleiro Jandrei defendeu com facilidade.

Na melhor oportunidade da partida, até então, Reinaldo cobrou o lateral na área, a zaga gremista vacilou e Wellington Paulista cabeceou livre, mas Marcelo Grohe fez bela defesa, mandando para escanteio.

Aos 45 minutos, o atacante Wellington Paulista quase marca um golaço. O jogador observou que o goleiro Marcelo Grohe estava adiantado e arriscou do próprio do campo. A bola ia entrando no ângulo esquerdo de ataque, mas o arqueiro gremista conseguiu dar um tapinha e salvar o time gaúcho.

A Chapecoense retornou do vestiário com mudanças. O técnico Emerson Cris tirou Alan Ruschel e colocou Penilla. O Grêmio voltou com a mesma equipe que terminou a primeira etapa. A mudança deu resultado. Logo aos 40 segundos, o atacante Arthur Caike recebeu na frente da área e arriscou dali. A bola desviou no zagueiro Rafael Thyere e foi parar no fundo das redes, abrindo o marcador na Arena.

Aos 5 minutos, Fernandinho recebeu, limpou a jogada e puxou a bola para a clássica finalização com o pé esquerdo. No chute, a bola foi para a linha de fundo.

O gol fez o técnico Renato Portaluppi optar por mudanças. O treinador fez duas substituições. Ele tirou Ramiro e Everton para a entrada de Patrick e Michael Arroyo. Aos 15 minutos, num bate-rebate no círculo central, a bola sobrou para o atacante Wellington Paulista que finalizou de primeira, mas a redonda bateu na parte superior da rede.

A Chape protegia a meta com quase todos os jogadores atrás da bola e buscava o contra-ataque rápido com Arthur Caike. Em dois destes ataques, o time catarinense entrou na área e criou boas chances de marcar, mas demorou muito para a conclusão ao gol.

A partida ficou monótona, com o time gaúcho sem conseguir criar chances claras para empatar e desperdiçava oportunidades em bolas paradas como faltas próximas à área e escanteios. A equipe catarinense também apostava bastante na linha de impedimento

Em uma das poucas chances, aos 46 minutos, Bruno Cortez cobrou o lateral para a área e no rebote, o centroavante Lucas Barrios chutou para fora.

Pelo Campeonato Brasileiro, os times retornam a campo no próximo domingo. Às 16h (de Brasília), a Chapecoense enfrenta a Ponte Preta na Arena Condá. Mais tarde, às 19h (de Brasília), o Grêmio encara o Bahia na Fonte Nova.

Antes, na quarta-feira, as duas equipes possuem compromissos em competições internacionais. Pela segunda partida das oitavas de finais da Sul-Americana, a Chapecoense tem um duelo contra o Flamengo. Já o Grêmio recebe o Botafogo pelo segundo jogo das quartas de final da Copa Libertadores da América.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO 0 X 1 CHAPECOENSE

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data: 17 de setembro de 2017, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Michael Correia (RJ)
Público: 14.618 (12.712 pagantes)
Renda: R$ 406.709,00
GOL: Chapecoense: Arthur Caike, aos 40 segundos do segundo tempo
CARTÕES AMARELOS: Grêmio: Michel Chapecoense: Canteros, Wellington Paulista, Alan Ruschel, Apodi, Douglas Grolli

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Léo Moura, Bressan, Rafael Thyere e Bruno Cortez; Arthur, Michel, Ramiro (Patrick), Fernandinho e Everton (Michael Arroyo); Jael (Lucas Barrios). Técnico: Renato Portaluppi

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Moises Ribeiro, Lucas Mineiro e Canteros (Lucas Marques); Alan Ruschel (Penilla), Arthur Caike (Luiz Antônio) e Túlio de Melo. Técnico: Emerson Cris

Comentários

comentários