Governo paga R$ 23 milhões para três empreiteiras fazerem manutenção de rodovias

O governo do Estado de Mato Grosso do Sul pagará R$ 22.998.229,37 para fazer a manutenção das estradas de Coxim, Miranda e Ponta Porã. Os valores foram, publicados nesta quinta-feira (6) no Diário Oficial do Estado DOE).

Foto Divulgação
Foto Divulgação

As empresas vencedoras do processo licitatório são Galassi Engenharia, GMB Engenharia e Campoterra Construtora LTDA.

A empresa que mais receberá pelo serviço será a Campoterra, com R$ 8,6 milhões. Ela fará manutenção em Miranda, nas rodovias que compõe a 4ª residência regional, como os ramais de entroncamento da BR-262, MS-339, MS-345, MS-170 e MS-419.

Seguida pela GMB, por R$ 7,7 milhões, que fará manutenção na 10ª residência regional, em Coxim, as estradas MS-215 (Pedro Gomes -Rio do Peixe), MS-213 e entroncamentos BR-163, MS-142, MS-217, MS-223 e MS-217 (Pólvora- Buriti) e MS-223 (Jauru-Figueirão) passarão por manutenção.

E a  Galassi Engenharia, por R$ 6,5 milhões ficou com as obras em Ponta Porã, nas rodovias não pavimentadas MS-280 (Laguna Carapã-Caarapó), MS-380 (Ponta Cay-Campanário) e nas rodovias pavimentadas MS-164, MS-384 e MS-164, que compõe a 5ª residência regional.

Os valores serão pagos por um ano de manutenção. Assinam pelas contratações o presidente da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) Ednei Marcelo Miglioli, Juliano Farias Galassi, Eliane Possebon Pradebon e Gilson de Matos Brittes.

Comentários

comentários