Governo entrega viaturas compradas e locadas para reforçar segurança

A Segurança Pública de Mato Grosso do Sul ganhou reforço de 25 novas viaturas. Nesta segunda-feira (21), o governador Reinaldo Azambuja entregou os veículos para a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros e fez um panorama sobre os investimentos na área em 2015. O evento foi realizado na sede do Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque), no Parque dos Poderes, em Campo Grande.

Viaturas entregues Campo Grande
Viaturas entregues Campo Grande

Do total de veículos entregues, 10 foram locados por meio de processo licitatório. As instituições beneficiadas foram a Polícia Militar e o BPChoque, que é companhia independente. Cada uma recebeu cinco caminhonetes, que foram alugadas por R$ 12 mil mensais, cada. “É uma experiência, uma inovação”, disse o governador sobre a locação das 10 viaturas.

Segundo Reinaldo, estados como Goiás, Pernambuco, São Paulo e Rio de Janeiro já usam a modalidade para equipar as instituições de segurança. “Teremos um tempo pra acompanhar como vai ser esse trabalho, mas pelas informações das secretarias de segurança pública desses estados, a locação é um ponto positivo que pode facilitar a inserção de novas estruturas de veículos para servir a população dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul”, afirmou.

Ainda conforme o governador, o diferencial no processo de aluguel é a eficiência e continuidade dos serviços de segurança, já que a empresa tem um prazo máximo de seis horas para substituição de veículos em casos de problemas mecânicos e danos. “Mais efetividade e menos burocracia”, pontuou Reinaldo.

Táticas e operacionais, as novas viaturas alugadas estão equipadas com rádio, giroflex, carceragem e rastreadores e serão utilizadas na totalidade para o policiamento ostensivo e preventivo em Campo Grande, 24 horas por dia. O prazo de locação estipulado em ata é de um ano.

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Silvio César Maluf, destacou que as caminhonetes irão circular por Campo Grande 24h por dia. “Trabalhando para prevenir o crime”, afirmou. O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Deusdete Oliveira Filho, explicou que as caminhonetes vão reforçar o trabalho de todos os batalhões, levando mais segurança à população.

O Corpo de Bombeiros do Estado recebeu os demais veículos entregues pelo governador. Foram 15, sendo 10 carros para vistorias e cinco motos para atendimento a vítimas de acidentes. A frota foi adquirida com recursos próprios do Governo do Estado, por meio do projeto de Reequipamento e Revitalização da Frota do Corpo de Bombeiros, que está na primeira fase. A segunda fase prevê a entrega de mais 10 carros e cinco motos, totalizando 30 veículos com mais de R$ 1,5 milhão em investimentos em viaturas e equipamentos.

“A modernização da frota permitirá a Corporação atender a sociedade sul-mato-grossense com excelência e qualidade, meta número um dos bombeiros”, disse o subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros do Estado, coronel Joilson Alves do Amaral. Serão beneficiados com os veículos as cidades de Dourados, Corumbá, Ponta Porã, Três Lagoas, Aquidauana, Nova Andradina, Paranaíba, Coxim, Amambai e Bataguassu.

Conforme o governador, a entrega das 25 viaturas ao Corpo de Bombeiros e à Polícia Militar faz parte da reestruturação da Segurança Pública, que só em 2015 ganhou reforço de mais de 1,6 mil novos agentes nas três instituições (Polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros. “Também tivemos mais de duas mil progressões”, disse Reinaldo.

Também durante a entrega dos veículos, foi anunciada a entrega de 49 armas e 49 coletes a prova de balas para a Polícia Militar do Estado. Todo o equipamento foi doado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), órgão do Governo Federal vinculado ao Ministério da Justiça.

Participaram do evento o governador Reinaldo Azambuja; o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Sílvio Maluf; o secretário de Estado de Administração, Carlos Alberto Assis; o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Deusdete Oliveira Filho; o comandante do BPChoque, tenente-coronel Marcos Paulo Gimenez; e o subcomandante-geral do Corpo de Bombeiros, Joilson Alves do Amaral, além do presidente da Assembleia do Estado, deputado Júnior Mochi.

Comentários

comentários