Governo contrata 6 empreiteiras para obras de emergência

O governo de Mato Grosso do Sul realizou a contratação emergencial de cinco empresas para recuperação de estradas em municípios com decreto de situação de emergência. Ao todo, são seis contratos, onde serão investidos R$ 8.455.821,98 para execução de obras em 16 municípios do Estado, conforme extratos divulgados nesta segunda-feira (1) no Diário Oficial do Estado.

Estradas de Dois Irmãos do Buriti estão intransitáveis (Foto: Defesa Civil)
Estradas de Dois Irmãos do Buriti estão intransitáveis
(Foto: Defesa Civil)

A empresa BTG Empreendimentos levará R$ 2,4 milhões para fazer obras em Bela Vista, Caracol, Jardim, Guia Lopes e Nioaque. A Enerpav GS conquistou R$ 1,5 milhão para manutenção em Jateí e Vicentina e as obras nas cidades de Aquidauana, Dois Irmãos do Buriti e Miranda serão feitas pela Arnaldo Santiago ME, ao custo de R$ 1,5 milhão.

O Governo do Estado também contratou a Maracaju Engenharia e Empreendimentos para recuperação de estradas de Fátima do Sul, Novo Horizonte do Sul e Deodápolis, por R$ 1,4 milhão.

Ainda há assinatura de contratos com a empreiteira Terpavi Terraplanagem e Pavimentação, que terá de fazer obras em Ivinhema, Batayporã e Taquarussu, a empresa também receberá R$ 1,4 milhão pelo serviço

Todos os contratos foram firmados sem licitação pela Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) em razão do Governo do Estado ter decretado situação de emergência por conta das chuvas. Esse decreto permite que contratações emergenciais sejam firmadas sem concorrência.

Todas as contratações tem prazo de 180 dias e ainda não foi divulgado quando os trabalhos devem começar.

Comentários

comentários