Governador garante do Ministério da Saúde a liberação de R$ 15,9 milhões para HR de Dourados

Após sucessivas negociações entre o governador Reinaldo Azambuja, o deputado federal Geraldo Resende e o Ministério da Saúde, Mato Grosso do Sul recebeu, nesta quinta-feira (1º), a garantia da liberação de R$ 15,9 milhões para o início da construção  do Hospital Regional de Dourados. Em Brasília, Reinaldo e o secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, assinaram carta de intenções entre o Ministério da Saúde e o Governo de Mato Grosso do Sul para financiamento da obra.

Foto Paulo Seabra
Foto Paulo Seabra

“Uma boa notícia para nosso Estado. Continuamos empenhados para tirar o Hospital Regional de Dourados do papel para, além de cumprir uma promessa de campanha, dar um reforço para a saúde da região da Grande Dourados. Definimos a liberação de R$ 15,9 milhões do Ministério para a  primeira etapa da obra e vamos dar contrapartida estadual de R$ 6,7 milhões”, explicou o governador. Ao todo, a primeira etapa do projeto contará com cerca de R$ 23 milhões. O Hospital Regional atenderá um raio de 34 municcípios na região da Grande Dourados.

Na reunião realizada nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde reconhece a necessidade de reforçar o rede de assistência à saúde na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul e se compromete em “liberar recursos para a primeira etapa de implantação do Hospital Regional de Dourados, que é município sede de microrregião de saúde e concentra os atendimentos de maior complexidade”.

Tratativas

Reinaldo vem de uma sequência de tratativas com o Ministério para tornar realidade o hospital que vai atender moradores da região da Grande Dourados – composta por 34 municípios. Cerca de R$ 50 milhões são necessários para a conclusão do hospital.

Em julho desse ano, Reinaldo recebeu do ministro Ricardo Barros a garantia da liberação de R$ 20 milhões para a unidade hospitalar. Em 10 de novembro passado o governador voltou a se encontrar com Barros na Capital Federal, oportunidade em que foi confirmado pelo ministro o repasse de R$ 15 milhões iniciais para o início da primeira etapa das obras.

Com a liberação inicial, será possível iniciar o projeto do Hospital Regional de Dourados, que atende a lógica de reestruturação do Sistema Estadual de Saúde. Nesse contexto, a contrapartida estadual total será aproximadamente R$ 30 milhões.

Hospital Regional de Dourados

Após a readequação de projeto e a renovação do convênio com o Ministério da Saúde, que havia sido cancelado na gestão anterior, o Hospital Regional de Dourados está prestes a dar o pontapé inicial para se tornar realidade.

Anexa à unidade, o governo construirá ainda um Centro de Diagnóstico, com investimento de R$ 7 milhões – dos quais R$ 3,5 milhões garantidos por meio de emenda parlamentar destinada pelo deputado federal Geraldo Resende.

Demais investimentos

Nos últimos dois anos foram realizados diversos investimentos do Governo do Estado na cidade de Dourados. As transferências estaduais para o Sistema de Saúde de Dourados no ano de 2015 somaram R$ 22.711.549,85 (recursos próprios). Em 2016 foram R$ 17.953.403,68 até o dia 21 de setembro. O município também foi atendido pela Caravana da Saúde (R$ 2,5 milhões), com mobilização geral de 16 a 18 de abril e um total de 71.826 consultas, 39.186 exames e 28.138 cirurgias realizadas. Ainda pela Caravana foram entregues R$ 2,6 milhões em equipamentos para o Hospital da Vida –  Radiografia, tomografia, RX computadorizado, equipamentos para UTI; R$ 1,2 milhão para o aparelhamento do Hospital de Cirurgias Eletivas, além do custeio mensal de R$ 600 mil (em funcionamento desde 1/dez/2015 – cirurgias eletivas); R$ 504 mil para habilitação de 10 leitos de UTI adulto – Hospital da Vida (ativação em julho/2016); e R$ 700 mil para UTI Hospital Evangélico (recurso federal – emenda do então deputado Reinaldo Azambuja).

Na área da educação, os investimentos, somente em infraestrutura das escolas, somam R$ 2,7 milhões, referentes aos contratos assinados em 2015 e 2016. Esses recursos estão aliados aos repasses realizados para garantir alimentação, kits escolares e uniformes para os 18.806 alunos matriculados no Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos (CEEJA) e nas 22 escolas da Rede Estadual no município.

Na segurança pública, o Corpo de Bombeiros recebeu reforço de efetivo de  nove militares (últimas seleções 2015/2016) e mais de R$ 800 mil em viaturas e equipamentos.  Na Polícia Militar, o efetivo recebeu acréscimo de 74 homens e mulheres, além de armamento e munição.

Em relação a infraestrutura urbana, a cidade recebeu obra de pavimentação asfáltica da intersecção na Rodovia MS-156,  no trecho que dá acesso à pista de teste do Detran, com área de 19.944,14 m² (R$ 1.770.016,65); obra de recapeamento da Avenida Hayel Bon Faker, numa área de 17.638,08 m² (R$ 6.037.043,82); obra de pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais em oito setores no município (R$ 4.128.739,11); e obra de pavimentação e drenagem de águas no acesso ao Parque Industrial (R$ 11,1 milhões).

Na área de habitação foram entregues 1.266 unidades habitacionais, um total de R$ 2,5 milhões de recursos estaduais, além de contrapartida municipal e federal. Outras 876 unidades estão em construção e devem ser entregues durante o mandato do governador Reinaldo Azambuja.

Mais recentemente, em 18 de novembro desse ano, o Governo do Estado, por meio da Sanesul, liberou R$ 100 mil para apoio a realização do Dourados Brilha, considerado maior evento de Natal de Mato Grosso do Sul.

Comentários

comentários