General brasileiro que comandava missão da ONU no Haiti morre aos 57 anos

O general do Exército José Luiz Jaborandy Júnior, comandante da Força Militar da Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (Minustah), morreu ontem (30) aos 57 anos, durante um voo de volta ao Brasil.

Segundo informações da família, Jaborandy sofreu um infarto dentro do avião, a caminho de Manaus, onde conheceria a neta, nascida há poucos meses. Em seguida, o general participaria de uma festa de aniversário de um parente em Maceió.

Jaborandy sofreu um infarto dentro do avião, a caminho de ManausMarcello Casal/Arquivo/Agência Brasil
Jaborandy sofreu um infarto dentro do avião, a caminho de ManausMarcello Casal/Arquivo/Agência Brasil

O brasileiro estava no Exército desde 1976 e assumiu a Minustah em março do ano passado. Antes de atuar no Haiti, Jaborandy comandou a 8ª Região Militar, em Belém. Ele foi ainda observador militar do Grupo de Observação das Nações Unidas na América Central, em 1991, e da Missão de Observação das Nações Unidas em El Salvador, em 1992.

Agência Brasil 

Comentários

comentários