Garras prende quadrilha suspeita do furto ao cofre de uma agência bancária

Uma quadrilha, com quatro homens e uma mulher, suspeitos do furto ao cofre de uma agência bancária na avenida Eduardo Elias Zahran, em Campo Grande, no início do mês, foi presa na madrugada de sábado (20), por policiais da Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros ).

Agência bancária que teve o cofre arrombado pela quadrilha no início do mês (Foto: G1)
Agência bancária que teve o cofre arrombado pela quadrilha no início do mês (Foto: G1)

Os cinco foram presos, segundo a Polícia Civil, quando tentavam furtar uma outra agência bancária, desta vez na avenida Júlio de Castilhos, também em Campo Grande. Com o grupo foram apreendidos diversos equipamentos utilizados nas ações.

Segundo o Garras, os mentores e os financiadores das ações também foram identificados. Eles são detentos de um presídio de Campo Grande. Nesta terça-feira (23) à tarde, a polícia fará a apresentação dos suspeitos de executarem os furtos e ainda dos mandantes dos crimes.

Furto anterior

No caso do furto a agência na avenida Eduardo Elias Zahran o crime também ocorreu em um fim de semana, mas somente foi percebido quando os funcionários chegaram para trabalhar, na segunda-feira (1º de agosto).

A Polícia Militar foi chamada e constatou o arrombamento do cofre da agência, além do furto do sistema de monitoramento por câmeras e do sistema de funcionamento do banco. O prejuízo total, incluindo o valor que foi levado do cofre, não foi divulgado.

Comentários

comentários