Fundesporte promove Clínica de Voleibol Adaptado

Clinica-de-Voleibol-adaptado2-672x372Cassilândia sedia entre 4 e 6 de março a Clínica de Voleibol Adaptado promovida  pela Unidade Pedagógica e de Formação (UPF) da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).  O município é o primeiro a receber a capacitação que tem por objetivos interiorizar e estimular a prática do voleibol adaptado em Mato Grosso do Sul. A abertura está marcada para as 18h30, no auditório das Faculdades Integradas de Cassilândia (FIC).

Na clínica, a profissional da Educação Física e especialista Karina Luiz Pereira Quaini ministra aulas práticas e teóricas aos colegas de profissão e acadêmicos de Educação Física. Os participantes aprendem regras e técnicas de treinamento do esporte adaptado para idosos. A ideia é que eles formem equipes e participem dos Jogos da Melhor Idade que serão realizados pela Fundesporte em agosto, no município de Dourados .

O voleibol adaptado para melhor idade foi criado em 1995, no Brasil, para proporcionar a prática do esporte pelos idosos, adequando as regras ao público-alvo. Importantes adaptações foram feitas como poder lançar a bola no saque (diminuindo a amplitude articular), segurar a bola na recepção (evitando lesões nos braços e dedos) e não poder saltar em determinados pontos da quadra (reduzindo o impacto).

“O esporte traz uma série de benefícios para o idoso: cognitivo, social, fisiológico e motor. Melhora o reflexo e a concentração; diminui a depressão e o estresse; aumenta a força física; melhora a capacidade cardiorrespiratória, coordenação motora, o equilíbrio e o desempenho funcional”, explicou Karina.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas na Secretaria Municipal de Esportes de Cassilândia, com o gestor de esportes.

Os próximos municípios a receber a clínica são Sonora, Bonito e Nova Alvorada do Sul.

“Proporcionar uma melhor qualidade de vida para o sul-mato-grossense é um dos objetivos da Fundesporte. Estimular a prática esportiva, oferecer atividades de lazer à comunidade e capacitar profissionais são nossas prioridades. Com a clínica conseguimos reunir tudo isso e atender um público tão importante como é a melhor idade”, finalizou o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Ferreira Miranda.

Comentários

comentários