Fundesporte busca apoio para liberar estádio Morenão

O presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), Marcelo Miranda, em entrevista ao programa Tribuna Livre e ao Página Brazil na manhã desta segunda-feira (07), relatou os desafios que a área do esporte está enfrentando no Estado e as ações para a liberação do estádio Morenão.

De acordo com Marcelo Miranda, o esporte em MS enfrenta vários problemas estruturais, entre eles a falta de apoio da iniciativa privada, desestruturação dos clubes e uma deficiência na estrutura desportiva. “Não temos hoje um ginásio que possa comportar um grande evento nacional, não temos pista de atletismo, vários estádios no Estado estão interditados, como o Morenão. Esses são os principais desafios que temos”, relatou.

Marcelo Miranda falou sobre os planos para a área do esporte em MS.
Marcelo Miranda falou sobre os planos para a área do esporte em MS.

Apesar das dificuldades enfrentadas, o presidente da entidade prevê melhorias para a área nos próximos anos. Segundo Miranda, o plano da Fundesporte é trabalhar em uma força tarefa junto ao Ministério Público e Corpo de Bombeiros para realizar as adequações para que os estádios sejam liberados. “Também estamos buscando recursos com o governo federal para reformar essas estruturas e investir em vários outros projetos esportivos”, contou Miranda.

Estádio da Capital

O Morenão está interditado desde 2014 pelo Ministério Público por não atender às normas de segurança do Corpo de Bombeiros. Reformas nas arquibancadas teriam que ser feitas para que o local voltasse a receber jogos.

Comentários

comentários