Funcionários dos Ceinfs e Cras ameaçam greve por atraso no salário

Profissionais dos Centros de Educação Infantil (Ceinfs) e Cras (Centros de Referências de Assistência Social) de Campo Grande, contratados pela Omep/MS (Organização Mundial para Educação) e Seleta/MS (Sociedade Caritativa e Humanitária) em convênio com a prefeitura municipal, podem cruzar o braço na próxima semana. O motivo é o atraso dos salários e vale-transportes.

ameaça

O sindicato da categoria SENALBA-MS (Sindicato dos Trabalhadores em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social e Formação Profissional) tenta diálogo com as entidades patronais para viabilizar o pagamento. Em contato com a prefeitura municipal, os sindicalistas foram informados de que o valor dos vale-transportes foi efetuado à Seleta e Omep nesta tarde. No entanto, não há previsão do pagamento dos salários.

De acordo com a presidente do sindicato, Maria Joana Barreto Pereira, a categoria aguardará até sexta-feira (11/09). “Caso não recebam as remunerações os trabalhadores realizarão assembleia prevista para segunda-feira (14/09), às 18h, e podem deflagrar greve a partir  de quarta-feira(16/09)”, explica.

Se os trabalhadores cruzarem os braços, cerca de  96 Ceinfs da capital terão atividades prejudicadas.

Comentários

comentários