Funasa troca de comando em MS após três meses de governo interino

funasaA Funasa (Fundação Nacional de Saúde) em MS troou de comando no Estado a partir desta segunda-feira (25), ainda nas investidas após três meses das trocas do governo interino de Michel Temer, e, a cerca de um mês, do fim do processo de Impeachment e um possível retorno da presidente Dilma Roussef. O cargo de superintendente agora está com Marco Aurélio Santullo.

O comando da Funasa  trocou de mãos em Mato Grosso do Sul, sendo apontado na edição de hoje do Diário Oficial da União, que trouxe a exoneração de Sérgio Roberto Castilho Vieira e a nomeação de Santullo para o cargo do órgão executivo do Ministério da Saúde, responsável em promover a inclusão social por meio de ações de saneamento para prevenção e controle de doenças.

Apesar do tempo corrido e correndo no comando dos órgãos federais, as trocas políticas continuam. Na semana passada, o governo federal oficializou a mudança na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego de MS. Saiu um indicado do PDT, partido que foi contra o impeachment da presidente afastada, e entrou um nome ligado ao PSDB, que apoiou o atual presidente interino do PMDB.

A reportagem entrou em contato com a fundação e foi informada que Marco Aurélio ainda não assumiu e Sérgio Vieira estava em reunião.

Comentários

comentários