Fora do páreo em 2016, Puccinelli traça caminho para retornar ao governo em 2018

O ex-governador André Puccinelli, do PMDB, garantiu que não será candidato a prefeitura de Campo Grande em 2016. Ele lembrou que deixou de disputar as eleições passadas quando era cotado por correligionários para tentar uma vaga no Senado, e que não pretende se aventurar no pleito do próximo ano. Mas, como cacique peemedebista, Puccinelli fez questão de dar seus pitacos no perfil do próximo prefeito da Capital.

Ex-governador foi aclamado com candidato ao governo em 2018
Ex-governador foi aclamado com candidato ao governo em 2018

“Serei em 2016 apenas um ‘vovotorista'”, afirmou, mas ao discursar em convenção municipal do PMDB, na manhã deste sábado, repetiu várias vezes que o partido voltará a comandar o governo estadual em 2018.

“Todos os governadores que fizeram a diferença em Mato Grosso do Sul eram do PMDB. Fizeram acontecer e, num futuro próximo, o partido vai voltar a fazer acontecer no governo”, disse Puccinelli. Em seguida, lideranças peemedebistas discursaram referindo-se a ele como o candidato do partido à sucessão estadual, em 2018. 

Sobre as eleições do próximo ano, diante do aparecimento de alguns nomes que já manifestaram o interesse pela prefeitura de Campo Grande, Puccinelli aproveitou o momento para revelar qual será o perfil do próximo prefeito de Capital, de acordo com o gosto da população.

“O que a população quer não é mais a novidade absoluta. Eles querem alguém com mais experiência e aquilo que não precisa ser manifestado, mas tem que ser lembrado. A população quer alguém que tenha caráter”, ressaltou.

Comentários

comentários