‘Foi questão de segundos’, relembra repórter de TV sobre assalto ao vivo

A equipe da TV Tribuna, afiliada da Rede Globo na Baixada Santista e no Vale do Ribeira, registrou um Boletim de Ocorrência relacionado ao assalto sofrido durante uma entrada ao vivo, em um dos telejornais da emissora, no início da tarde desta terça-feira (28). De acordo com a repórter Tatyana Jorge, que fazia uma entrevista na porta da Prefeitura de Guarujá, a aproximação do criminoso foi rápida e durou apenas alguns segundos.

De acordo com a polícia, o suspeito de cometer o crime já foi identificado. O repórter-cinematográfico Alfredo Neto foi o primeiro a perceber a chegada do suspeito, que apontava uma arma. “Ele veio na minha direção e reparou o celular no colete. Eu, de pronto, coloquei a mão e entreguei. Queria que ele saísse dali para tranquilizar o pessoal”, conta.

O assistente da emissora que auxiliava a equipe no momento do assalto, Carlos Alberto Vieira, diz que o suspeito chegou com a arma apontada e intimidando a equipe. “Ele já chegou mandando parar de gravar e exigindo que a gente entregasse o celular”, lembra.

Já a repórter Tatyana Jorge, que estava ao vivo no Jornal da Tribuna, diz que o roubo aconteceu muito rápido. “Tudo isso aconteceu em questão de segundos. Nós estávamos em muitas pessoas ali. Além dos funcionários da Prefeitura, estavam outras quatro pessoas da nossa equipe no local. Em questão de segundos ele partiu”, explica a repórter.

Marco Antonio Chagas, diretor em Vigilância em Saúde de Guarujá, também conta a sua versão sobre o roubo. O criminoso levou o relógio e uma pulseira dele. “Reparamos que era um assalto após ver a arma. Todo mundo entrou em pânico. Ele estava sozinho, de bicicleta, com óculos de sol espelhado”, conta.

Desde o assalto, a Polícia Militar trabalha em conjunto com a Polícia Civil para prender o suspeito. A operação é concentrada no bairro Cachoeira e nas comunidades vizinhas. Ainda na noite de terça-feira, a polícia identificou Luan do Nascimento da Silva, de 21 anos, como sendo o autor do roubo. A informação foi divulgada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo.

Nota de repúdio

Em nota, a Regional de Santos, Baixada Santista e Vale do Ribeira do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) afirma lamentar profundamente o assalto sofrido por três integrantes da equipe de jornalismo TV Tribuna, afiliada da Rede Globo, nesta terça-feira, em frente à sede da Prefeitura Municipal de Guarujá.

G1

 

Comentários

comentários