Festa comemora 1 ano de buraco na BR-101

Uma cratera no quilômetro 94 da BR-101 – que fica entre as cidades de Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, em Sergipe – comemorou, nesta segunda-feira, 22, 1 ano de existência, com direito até a bolo. O buraco foi aberto devido às chuvas e o tráfego na área do desabamento continua interditado no sentido Aracaju/Salvador.

A intenção de fazer um bolo e cantar parabéns era chamar a atenção das autoridades quanto à demora para iniciar a recuperação do trecho, de acordo com Alexandre Porto, coordenador do Fórum Empresarial de Sergipe.

23comemora

A cratera mede 600 metros e causa inúmeros transtornos tanto para o escoamento de produção quanto para as pessoas que usam a estrada para chegar ou sair de Sergipe. “Registramos constantemente engarrafamentos naquele trecho, que causam transtornos para todos, desde ao caminhoneiro às pessoas que moram em outras cidades e trabalham em Aracaju. A obra é pequena, apesar do transtorno que causa, e não justificaria uma demora como esta, de um ano para pelo menos começar a execução”, disse Alexandre.

Além da partida do bolo, empresários também realizaram um “apitaço” para chamar atenção de quem trafegava na via paralela. Motoristas apoiaram a manifestação e também cobraram celeridade na recuperação do trecho.

“Perdemos mais de uma hora em horário de pico para atravessar o desvio e isso para quem está com hora para chegar ao trabalho ou ir descansar em casa é estressante. O pior de tudo é que a sinalização está ruim”, disse o motorista de carreta Djacyr Silva Soares.

O diretor da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe, Robson Pereira, criticou a demora para recuperação da área :”é inadmissível o principal acesso de Sergipe ao Sudeste e ao Sul do País está com trecho interditado esse tempo todo sem que ninguém movesse uma pá de areia. Os prejudicando os negócios e a logística deles”.

O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes) informou que já foi homologado o resultado de pregão eletrônico para contratação da construtora que fará a recuperação do local, com a estabilização do terreno, recomposição de aterro e afastamento do canal do quilômetro 94 para que o trânsito de veículos volte ao normal. A vencedora do pregão foi a construtora Interenge Construção LTDA-EPP que vai atuar junto com o Exército nas obras.

O Dnit afirmou ainda que já informou à Deso (Companhia de Saneamento de Sergipe) e uma operadora de telecomunicações sobre as interferências que serão feitas na área para que clientes não sejam prejudicados com as obras.

BAND

Comentários

comentários