Fazendeiro é multado em R$ 450 mil por desmatamento de área protegida

Policiais Ambientais de Miranda realizavam fiscalização nas propriedades rurais do município de Bodoquena, nesta quinta-feira, dia 28 de abril, quando autuaram um proprietário rural, por desmatamento ilegal de área de bioma especialmente protegido. Na fazenda, a 10 km da cidade, os policiais flagraram o desmatamento, que medido em GPS perfez 90 hectares sem autorização, que era realizado com uso de duas máquinas de esteiras, com correntão de 70 metros, que derrubava toda a vegetação de grande, médio e pequeno porte. No local, havia ainda um trator marca Valmet, com uma carreta e combustível para abastecimento das máquinas.

29multado

Um funcionário do infrator apresentou como documento ambiental, uma Declaração Ambiental Eletrônica (AA) para limpeza de pastagem, documento este, que não autorizava o desmatamento que realizava. As árvores derrubadas eram de grande porte, descaracterizando a licença apresentada, que não permite corte de qualquer árvore com 32 ou mais centímetros de diâmetro. Além disso, a área desmatada é reconhecida pelos órgãos ambientais como pertencente ao bioma Mata Atlântica, protegido pela Lei Federal nº 11.428/2006.

As atividades foram interditadas e as máquinas de esteiras, correntão e trator foram apreendidos. O proprietário da fazenda, de 65 anos, que não foi preso por não estar no local, residente em Aquidauana, foi autuado administrativamente e multado em R$ 450.000,00. Ele ainda responderá por crime ambiental, que tem pena prevista de um a três anos de detenção.

O infrator foi notificado a realizar a recuperação da área degradada.

Comentários

comentários