Fazendeiro é autuado em R$ 5 mil por exploração ilegal de madeira

A Polícia Militar Ambiental de São Gabriel do Oste, autuou no final da tarde de ontem (13), um fazendeiro de 67 anos por exploração de madeira de lei sem autorização do órgão ambiental. Na fazenda do infrator, localizada no município de Camapuã, a PMA encontrou 10 árvores derrubadas da espécie Aroeira (protegida por lei).

aroeira-ilegal-no-mangueiro-PMA-SGO-14-de-jan-2016-640x372
                                                    Foto: Divulgação

As árvores exploradas foram transformadas em postes, que foram utilizados em um mangueiro na propriedade. O fazendeiro, residente em Presidente Prudente (SP), foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00. Ele também responderá por crime ambiental. A pena é de um a dois anos de reclusão.

A espécie vegetal aroeira é protegida por lei. A portaria 83-N de 1991 do IBAMA proíbe o corte da “aroeira” e algumas outras espécies de madeiras nobres, sem plano de manejo, que precisa ser aprovado pelos órgãos ambientais. Inclusive, em desmatamentos autorizados, essas espécies não podem ser cortadas.

Comentários

comentários