Fãs estão nervosos pelo cancelamento do show de Lady Gaga no Rock in Rio

Lady Gaga no clipe de ‘Judas’ (Foto: Divulgação)

Após comunicado de cancelamento do show no Rock in Rio, na tarde desta quinta-feira, a cantora Lady Gaga postou uma foto no perfil do instagram sendo medicada. Além das mensagens de apoio, a cantora que seria a principal atração da primeira noite do festival foi hostilizada por muitos brasileiros.

Veja alguns dos comentários agressivos em seu perfil do instagram. “Desde ontem que estava no hospital e só agora avisa. Mana, vc tem noção que as Gay estão endividadas para te ver?!”.

Já outros fãs deram apoio à cantora e desejaram melhoras. “Parem de xingar a Gaga e enviem vibrações positivas. Ela não vem por causa de um problema de saúde”, escreveu um seguidor. Em outro comentário: Melhoras rainha <3 <3″;

Cantora, que se apresentaria nesta sexta, será substituída por Maroon 5. A produção do festival anunciou que o Rock in Rio reembolsará quem desistir de vir ao evento neste dia. Para aqueles que compraram ingresso para o dia 15 de setembro e optarem pelo reembolso do valor, o Rock in Rio irá disponibilizar, na sua página oficial, na próxima segunda-feira, dia 18, toda a informação com o procedimento a ser adotado”.

Dores crônicas

Boatos sobre o cancelamento de Gaga no Rock in Rio já vinham circulando nas últimas semanas. Lady Gaga vinha se queixando muito das dores e tinha declarado que pretendia tirar férias após encerrar a turnê do seu último álbum, “Joanne”, que terminará em meados de dezembro.

Entre os vários posts que a equipe de redes sociais de Gaga fez nesta quinta, um deles mostrava o braço da cantora com um soro aplicado.

“Lady Gaga sofre de uma forte dor física que compromete sua capacidade de se apresentar. Como resultado, ela infelizmente terá que se retirar da apresentação desta sexta-feira no Rock in Rio. Lady Gaga está sob os cuidados de médicos especialistas. Ela manda seu amor para todos os fãs do Rio e agradece por seu apoio e compreensão”, diz um dos posts.

O anúncio apareceu em um momento em que a cantora, que recentemente completou 30 anos, reflete sobre a produção de cinco álbuns lançados em uma década, além da pesada rotina de turnês constantes, às quais ela atribui o aparecimento das dores crônicas.

Comentários

comentários