Facebook pede desculpas por remover foto de sobrevivente de queimaduras

O Facebook pediu desculpas após remover equivocadamente a foto de um sobrevivente de queimaduras da rede social. A imagem do ex-bombeiro sueco Lasse Gustavson — marcado por graves cicatrizes faciais após combater um incêndio quando ele tinha vinte anos de idade — foi postada pelo amigo Bjorn Lindeblad, que queria homenageá-lo pelo seu aniversário de 60 anos.

Após a foto ser removida duas vezes consecutivas no Facebook, Lindeblad decidiu publicar um post no próprio Facebook para pedir que aos amigos que espalhassem a imagem “de uma das mais belas almas” –como ele mesmo descreveu– pela rede social.

14940080_10154784419033395_2546200207152038410_o

A missão deu certo, e a foto do ex-bombeiro sueco chegou a ser compartilhada mais de 10 mil vezes. Em seu post, Lindeblad desabafou: “O Facebook removeu a imagem sem explicação já por duas vezes e estão ameaçando me excluir da rede social. Mas eu não fiz nada”.

Segundo ele, que diz conhecer várias pessoas com cicatrizes, “as vítimas de queimaduras são frequentemente classificadas na mesma categoria de sexistas e racistas”. “Então, vamos deixa o Facebook saber o que nós pensamos desta política e espalhar esta imagem”, pediu.

O caso não incomodou Gustavson. “Se eu tivesse 24 anos, provavelmente me sentiria ofendido e chateado ao saber que as minhas fotos foram consideradas erradas e desagradáveis”, disse o ex-bombeiro ao “The Telegraph”. “Era um momento muito volátil e sensível… mas não, agora, depois de ter vivido tanto tempo com as minhas queimaduras.”

Um porta-voz do Facebook informou ao “The Huffington Post” que o post tinha sido removido por engano e que a empresa já tinha entrado em contato com Lindeblad para pedir desculpas.

Comentários

comentários