Facebook faz estudante ‘matar’ ferramenta que revela localização de usuários

20150422210153_660_420
Recurso desabilitado demonstrou como Facebook tem acesso à localização exata dos usuários de seus serviços – Foto: Divulgação

Não funciona mais a extensão para Chrome que, com base em informações obtidas junto ao Facebook, era capaz de criar um mapa mostrando a localização quase exata dos usuários.

A ferramenta foi criada por um estudante chamado Aran Khanna que, em entrevista aoMashable, informou tê-la desativado a pedido do Facebook.

Aran, que havia sido aprovado para estagiar na rede social quando publicou sua criação, manteve uma cópia dos códigos usados no Github, caso alguém queira se aventurar na reconstrução.

Chamada de Marauder’s Map em referência ao Mapa do Maroto que aparece na série Harry Potter, a extensão reunia dados do Messenger para criar um mapa com os passos de quem se comunicava com o usuário.

O estudante de Cambridge, Aran Khanna desenvolveu a extensão para Chrome que deixa bem claro quão preciso é o sistema de localização do Facebook. Com ela, você pode criar um mapa que mostra os locais exatos de onde seus amigos conversam com você usando o Messenger.
Como o mapa do livro de Harry Potter, que revelava todos os passos de quem estivesse em Hogwarts; no caso dessa extensão, o que se revela são os passos de quem está no Facebook.

A ferramenta reúne informações obtidas pelo Messenger e as coloca numa interface amigável. Aran explica, em seu blog, que a coordenadas do Facebook têm mais de cinco casas decimais de precisão, o que permite revelar a localização do remetente com falhas inferiores a um metro – dá para saber, por exemplo, se as mensagens são enviadas do quarto ou da cozinha.

Vale lembrar que, embora o Facebook estimule os usuários a manter o sistema de localização sempre ativado, é possível desabilitá-lo através das configurações de privacidade.

Fonte: Olhar Digital

Comentários

comentários