Exame confirma estiramento, e Ganso não enfrentará o Atlético Nacional

Como já era esperado, o São Paulo não contará com Paulo Henrique Ganso nas semifinais da Taça Libertadores da América, contra o Atlético Nacional, em jogos programados para os dias 6 de julho (Morumbi) e 13 de julho (Atanasio Girardot).

Ganso sofreu a lesão no final da partida contra o Fluminense (Foto: G1)
Ganso sofreu a lesão no final da partida contra o Fluminense (Foto: G1)

Um exame realizado nesta quinta-feira apontou um estiramento na coxa direita do jogador. Normalmente, o prazo de recuperação para uma lesão desse tipo é de três semanas. Caso isso se confirme, Ganso também ficaria fora da primeira decisão, caso o Tricolor se classifique.

O camisa 10 se machucou no final da partida contra o Fluminense, realizada na última quarta-feira, no estádio do Morumbi (veja no vídeo acima). Ele já havia sido poupado do clássico contra o Santos, no último domingo, por estar desgastado fisicamente.

O meio-campista começou na reserva diante dos cariocas e entrou no início do segundo tempo, na vaga de Michel Bastos, outro que saiu para ser poupado pela comissão técnica.

Ganso já era o retrato do pessimismo na saída de gramado, quando avisou aos jornalistas que não teria condições de jogo contra o Atlético Nacional. Ele iniciará tratamento fisioterápico no Reffis ainda nesta quinta-feira.

Vale ressaltar que é a primeira lesão muscular grave que Ganso sofre no São Paulo desde que foi contratado, em setembro de 2012. Em 2013 e 2014, ele foi o atleta que mais atuou pela equipe do Morumbi, com 66 jogos e 62 jogos, respectivamente. No ano passado, com 54 apresentações, o camisa 10 foi o terceiro que mais esteve em campo. Na atual temporada, ele participou de 33 das 41 partidas do time.

Sem Paulo Henrique Ganso, a tendência é de que Ytalo seja escalado no meio-campo do São Paulo na partida contra o Atlético Nacional.

Para o comentarista Caio Ribeiro, Bauza errou ao escalar Paulo Henrique Ganso. (Globo Esporte)

Comentários

comentários