Exagerou na Páscoa? Veja dicas para desintoxicar

Depois de abusar do chocolate e da boa comida na Páscoa, é normal sentir inchaço, dores de cabeça e sintomas de má digestão. Para aliviar essa sensação de mal-estar, a desintoxicação é uma aliada para limpar o organismo e deixá-lo “pronto” para encarar a segunda-feira.

No feriado de Páscoa, a situação é crítica: quem resiste ao chocolate?
No feriado de Páscoa, a situação é crítica: quem resiste ao chocolate?

Evite alimentos industrializados e com corantes na dieta. Tudo o que é artificial sobrecarrega o fígado, que é o órgão responsável por eliminar essas substâncias artificiais que o corpo não consegue metabolizar.

Beba bastante água. Ainda que os sucos e os chás sejam as bebidas favoritas de quem quer desintoxicar, a água não deve ser deixada de lado. A água purifica o organismo. A ingestão recomendada de dois litros garante o melhor funcionamento do corpo. Mas não ignore totalmente os chás e sucos. Eles são termogênicos importantes. Os chás são diuréticos e ajudam a drenar o organismo. Alguns ativam o metabolismo, como o verde, o de gengibre e de hibisco. Os sucos devem ser preparados em centrífugas, e não no liquidificador, para preservar as propriedades das frutas. Para potencializar o detox, invista no abacaxi, na melancia e na couve.

Aumente o consumo de fibras. Além de eliminar as toxinas do organismo, a desintoxicação também tem como objetivo melhorar o trânsito intestinal, a digestão e assimilação dos nutrientes.

Corte o açúcar. Priorize alimentos que “limpam” o organismo como pimentão vermelho, repolho, aspargos, tomate, cebola, pimenta vermelha, iogurte, uvas vermelhas, alho, limão, abacaxi, cenoura, gergelim, salsa e folhas verdes.

Inclua orgânicos no cardápio. Para limpar o organismo, escolha preferencialmente alimentos orgânicos, pois são isentos de insumos artificiais e hormônios. Sempre que possível, prefira peixes menores.

Suco de uva: contém cerca de 20 antioxidantes, como as antocianidinas e o resveratrol (presente na casca da fruta), que barram a ação dos radicais livres. Vale lembrar que, apesar de a uva ser fonte de antioxidantes, o álcool presente no vinho tinto é tóxico e, portanto, essa bebida deve ser evitada no período de desintoxicação
Suco de uva: contém cerca de 20 antioxidantes, como as antocianidinas e o resveratrol (presente na casca da fruta), que barram a ação dos radicais livres. Vale lembrar que, apesar de a uva ser fonte de antioxidantes, o álcool presente no vinho tinto é tóxico e, portanto, essa bebida deve ser evitada no período de desintoxicação

Corte as bebidas alcoólicas. Como o objetivo de desintoxicar é fazer uma faxina no organismo, é preciso cortar todo tipo de bebida alcoólica para melhorar o funcionamento do fígado, órgão responsável por metabolizar a gordura e o álcool.

Pratique algum exercício. Para potencializar os efeitos detox e acelerar o metabolismo, realize alguma atividade física prazerosa. Mas cuidado para não se exercitar demais, pois sempre há o risco de sofrer lesões. Se você é sedentário, 20 minutos de caminhada já garantem ganhos cardiovasculares.

Fonte: UOL

 

Comentários

comentários