Ex-primeiro-ministro israelense Ehud Olmert é preso por corrupção

O ex-primeiro-ministro Ehud Olmert entrou nesta segunda-feira no centro penitenciário de Ramleh para cumprir uma pena de 19 meses por corrupção, o que o converte no primeiro ex-chefe de governo israelense a ingressar na prisão.

Olmert, de 70 anos e chefe de governo entre 2006 e 2009, foi condenado a 18 meses por ter recebido subornos quando era prefeito de Jerusalém, entre 1993 e 2003. A esta pena se soma outro mês de prisão por obstrução à justiça.

Olmert chegou à prisão escoltado por guardas de segurança interior que o acompanharam em sua qualidade de ex-primeiro-ministro, mas depois entrou sozinho.

Ainda nesta segunda-feira, antes de entrar na prisão, Olmert publicou um vídeo no qual negava sua culpa.

“Podem imaginar a dor e a estranheza que esta mudança representa para mim, para minha família, meus entes queridos e as pessoas que me apoiam”, afirmou Olmer nas imagens com ar abatido.

“Nego todas as acusações de suborno contra mim”, acrescentou. (Terra)

Comentários

comentários