Ex-prefeita de Itaquiraí pelo PT pode voltar a administrar o município pelo PMDB

A ex-prefeita de Itaquiraí, Sandra Cassone, esteve na tarde desta sexta-feira, 1º de julho, no grupo Capital de Comunicação, onde concedeu entrevista ao Página Brazil, anunciando que pode voltar a administrar o município, que fica a 400 km de Campo Grande, no sul de Mato Grosso do Sul. Sandra que era do PT, agora está no PMDB e foi lançada pré-candidata do partido para disputar a prefeitura e se eleita, voltar a gestão para um terceiro mandato. Ela esteve na Capital, nos últimos dias para acerta os detalhes da campanha que avalia chegar na vitoria, pois já conta com apoio expressivo na cidade, tendo sido ‘pedido’ sua candidatura para a eleição municipal de 2016.

Júnior Mocchi, Valdemir, Moka, André, Puccinelli, e Sandra Cassone
Júnior Mocchi, Valdemir, Moka, André, Puccinelli, e Sandra Cassone

A agora pré-candidata, hoje está na iniciativa privada, neste período dos últimos quatro anos, após sair da prefeitura. Sandra, em 2004 foi eleita prefeita pelo PT, sendo chefe do executivo por dois mandatos até 2012, quando saiu da gestão municipal, onde pontuou que fez uma inversão administrativa na cidade.

“Sai da prefeitura e fui para iniciativa privada, até porque meu estilo é sempre ser uma profissional tecnica, como apliquei nos anos de gestão que fiz na cidade, com ‘menos política e mais gestão’. Naquela época Itaquiraí era apenas um local para as pessoas irem dormir, pois saiam para trabalhar e atuar em Navirai. Entramos na prefeitura e com modo de gerir empresarialmente, colocamos a máquina no eixo e levamos empresas para se instalar no município, que fez a inversão no município, onde hoje a população não sai da cidade e temos outras vindas das cidades da região”, mencionou.

Sandra falou que ontem ocorreu uma reunião de organização da pré-candidatura pelo PMDB de Itaquirai, que foi solicitada pela população. “Se tornou forte de uma época para cá, o pedido da população para nós estarmos de voltar ou ter estilo de administração que realizamos por oito anos, sendo a primeira a mulher e reeleita na região. Há um ano eu sai do PT e estou filiada ao PMDB, tendo pré-candidatura já posta, que se ratificou hoje, em encontro com membros do partido. Eu, o presidente regional, deputado estadual Junior Mochi, mais o vereador Rui Felipe Kopper, o senador Moka, e, o ex-governador André Puccinelli, nos reunimos para preparar junto com PSB e PRB, o lançamento oficial da campanha, e ainda discutir e ampliar o namoro que estamos tendo com mais dois partidos para se juntar a nós”, revelou Sandra.

Candidatura forte

A ex-prefeita menciona que entra para disputar projetando ser eleita em outubro, tendo dados favoráveis a sua candidatura. “Os números que temos são interessantes hoje, pois além de ser uma candidatura vinda de pedidos espontâneo, em pesquisa, temos ou estamos com uma popularidade alta, sem rejeição e tendo a expectativa da população. Assim, acredito que chegaremos a vitoria para voltar a administrar Itaquirai”, pontuou.

Sandra apontou ainda o apoio de outros partidos e com diversos setores do município. “O grupo que estamos criando, que hoje é certeza o PMDB, PSB e PRB, que pode ser ampliado com mais dois que estamos em namoro. Mas temos também um trabalho forte com comercio local e até com industriais, que não vou dizer que temos grandes industriais, mas é um pessal bacana. Além de termos o que ainda é forte em Itaquiraí, que é o setor agrario, da agricujltura familiar, que enquanto petista, tivemos essa ligação. Mas, mesmo no PMDB, com meu estilo de trabalho, creio que vamos agregar, porque o setor hoje, está esquecido no município”, declarou.

Comentários

comentários