Ex-diretor da Petrobras é preso em nova fase da Lava-Jato

O ex-diretor da Petrobras, Jorge Luiz Zelada, preso hoje na Operação Lava-Jato – Foto: Terra

Policiais federais cumprem quatro mandados de busca e apreensão nesta quinta, sendo três no Rio de Janeiro e um em Niterói.

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (02/07), a 15ª Fase da Operação Lava Jato, nomeada ‘Conexão Mônaco’. Os policiais federais cumprem quatro mandados de busca e apreensão: três no Rio de Janeiro (RJ) e um em Niterói (RJ) e um mandado de prisão preventiva no Rio de Janeiro (RJ).

O preso é o ex-diretor da área Internacional da Petrobras, Jorge Luiz Zelada, que será levado para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR) onde permanecerá à disposição do juízo da 13ª Vara da Justiça Federal. Zelada foi detido em sua casa, no Rio de Janeiro, e será encaminhado para a prisão da PF em Curitiba até o fim da tarde desta quinta-feira, segundo confirmou a Polícia Federal.

O foco das investigações é o recebimento de vantagens ilícitas no âmbito da Diretoria Internacional da Petrobras. Os investigados responderão pelos crimes de corrupção, fraude em licitações, desvio de verbas públicas, evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

Uma entrevista coletiva está marcada para as 10h no auditório da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Fonte: Terra

Comentários

comentários