Ex-deputado federal, Biffi assume o comando do PT em Mato Grosso do Sul

O ex-deputado federal Antonio Carlos Biffi foi eleito no sábado (3) , por unanimidade, presidente do Diretório Regional do Partido dos Trabalhadores em Mato Grosso do Sul. O novo dirigente assume a função até então exercida pelo prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, que renunciou ao cargo para se dedicar integralmente à prefeitura do município pantaneiro.

Biffi assume em lugar de Paulo Duarte (Foto: Divulgação )
Biffi assume em lugar de Paulo Duarte (Foto: Divulgação )

A eleição, realizada em um hotel de Campo Grande, contou com a participação de vários parlamentares do partido, entre eles o senador Delcídio do Amaral, os deputados federais Vander Loubet e Zeca do PT, o deputado estadual Pedro Kemp, os vereadores Thais Helena e Marcos Alex, além dos membros da Executiva e representantes de todas as correntes internas do PT, vindas de diferentes regiões da capital e do interior do estado.

O senador Delcídio do Amaral cumprimentou o ex-deputado e destacou a importância da missão que ele tem a cumprir. “Os membros do Diretório estão de parabéns. Foi uma escolha acertada. O Biffi é um político preparado, experiente, respeitado, e com uma militância muito forte dentro do partido. Ele tem uma capacidade de articulação enorme. Prova disso é que os espaços na Executiva foram bem definidos, com todas as correntes contempladas. Agora , nós temos que ter consciência do momento difícil que estamos vivendo, tanto no plano federal, quanto no estadual e municipal. Vamos corrigir eventuais erros e seguir em frente, avançando, para fortalecer cada vez mais o PT, atrair novas lideranças, fazer alianças com siglas que têm propostas semelhantes às nossas e nos preparar para as disputas de 2016, 2018 e todas as que vierem pela frente”, afirmou .

Delcídio elogiou o desempenho do ex-presidente Paulo Duarte. “Ele fez um trabalho competente, sério, organizando as finanças do partido. Agora vai se dedicar exclusivamente a comandar os destinos da nossa cidade – Delcídio é corumbaense – que é uma das mais importantes de Mato Grosso do Sul”.

Desafio

O novo presidente do PT/MS agradeceu o apoio e a confiança das lideranças, militantes e dirigentes presentes, e garantiu que fará uma gestão marcada pela democracia.

“Estamos começando bem porque vencemos o desafio de superar as nossas divergências para fortalecer o partido. Chegamos a um bom entendimento na composição da Executiva, em uma definição madura. Não tenho dúvida de que vou enfrentar uma desafio enorme e terei que ter capacidade de articulação para conduzir bem as questões internas e o processo de alianças. Isso será feito com democracia. Nenhuma decisão será tomada unilateralmente, de cima pra baixo. Vamos colocar para funcionar o fórum dos vereadores, dos vice-prefeitos, prefeitos e também o fórum dos movimentos sociais, que sempre apoiaram o PT. Todos terão vez e voz no partido. Vamos implementar o GTE (Grupo de Trabalho Eleitoral) para montar um grande projeto a ser apresentado e debatido com a população no processo eleitoral do ano que vem. Ou seja, será um trabalho incansável , para o qual conto com o apoio de lideranças como o Delcídio, o Zeca, o Vander, nossos deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, vereadoras e, principalmente, da nossa militância, que sempre faz a diferença em qualquer disputa”, disse.

Carta

Em sua carta de renúncia, Paulo Duarte informa que deixou o comando do PT para se dedicar integralmente à Prefeitura de Corumbá. Segundo ele, a crise financeira que atinge os municípios brasileiros exige “toda a energia pessoal” na busca de alternativas para que o desenvolvimento econômico e social da cidade não seja interrompido.

No comunicado, Duarte citou os desafios enfrentados nos 18 meses à frente do partido, como os investimentos na organização dos diretórios municipais, que chegaram a 56 municípios do Estado, maior índice de organização de todo o país.

Comentários

comentários