Estudante de medicina matou gata com tiro de espingarda de pressão

Um estudante de medicina de 24 anos, foi detido na tarde de ontem (25), após confessar que atirou contra a gata Vivi na madrugada do último sábado (23), no bairro Monte Carlo, na Capital.

Gata passou por procedimento cirúrgico, mas não resistiu e morreu. Foto: Divulgação
Gata passou por procedimento cirúrgico, mas não resistiu e morreu. Foto: Divulgação

De acordo com informações da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Ambientais e Proteção ao Turista (Decat), após ser identificado, o estudante foi encaminhado para a delegacia, onde assumiu o crime. Segundo o jovem, na madrugada de sábado ele saiu com mais dois amigos em um veículo HB-20 para se “divertir”. Com uma espingarda de pressão, ele atirou na gata.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após o crime, o trio fugiu e vizinhos socorreram o animal. Vivi foi encaminhada para uma clínica veterinária, onde passou por procedimento cirúrgico, mas não resistiu e morreu.

O jovem prestou depoimento e foi liberado. Ele responderá pelo crime em liberdade. A arma utilizada no crime foi apreendida.

Comentários

comentários