Estados Unidos confirmam 279 casos de grávidas contaminadas pelo Zika

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos informou hoje (20) que há 279 casos confirmados de mulheres grávidas no país contaminadas pelo vírus Zika: são 157 no continente e 122 em Porto Rico e outros territórios norte-americanos.

Autoridades do CDC se reuniram hoje com o presidente Barack Obama para apresentar o informe sobre a situação no país.

Segundo a médica do CDC Margaret Honein, ainda não há números sobre casos de crianças com microcefalia, mas as gestantes estão sendo monitoradas e recebendo atenção especial.

160113233325_zika_mosquito_624x351_thinkstock_nocredit

O que chamou atenção do CDC foi o fato de que algumas mulheres que tiveram resultado positivo para o vírus Zika, não apresentaram os sintomas da doença.

Reunião

Participaram da reunião com Obama o vice-presidente Joe Biden; a secretária de Saúde e Serviços Humanos, Sylvia Burwell; o diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, Anthony Fauci; e o diretor do Centro para Controle e Prevenção de Doenças, Tom Frieden.

Durante o encontro, a Casa Branca teve acesso a um relatório sobre a contaminação e as ações em andamento para evitar a propagação do vírus.

Ontem (19), o Senado norte-americano aprovou U$ 1,1 bilhão em recursos para combater o vírus no país, quase o dobro do que havia sido aprovado pela Câmara dos Deputados. A Casa Branca havia solicitado U$1,9 bilhão.

Agência Brasil

Comentários

comentários