Envolvidos em tentativa de roubo cometeram outros crimes na Capital

Eduardo e Rui. (Foto: Paulo Francis)
Eduardo e Rui. (Foto: Paulo Francis)

A Derf (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos), apresentou na tarde desta quinta-feira(17) os homens que planejavam o roubo à um dos comércios localizados em um posto de gasolina, na Avenida Mato Grosso, no bairro Carandá Bosque. O caso aconteceu às 17h30min de ontem (16), e um dos suspeitos foi baleado.

Os envolvidos no crime foram identificados como Jesival de Aranda Calheiros, 32 anos, Rui Rodrigues Rocha Santana, 35 anos, e Eduardo Mendes Gonçales, 33 anos. Jesival e Rui já haviam cumprido pena juntos em um presidio da Capital, e Eduardo, que cumpriu pena em Dourados veio a Campo Grande para se ajuntar a dupla e praticar o crime. Todos tem condenação por roubo, estavam evadidos do sistema prisional e com mandato de prisão em aberto.

Veículo Fiat Pálio foi utilizado nos crimes. (Foto: Paulo Francis)
Veículo Fiat Pálio foi utilizado nos crimes. (Foto: Paulo Francis)

De acordo com delegado titular Luiz Alberto Ojeda, o trio recebia orientações de internos do presidio de segurança máxima para cometer o delito, porem estavam sendo monitorados a partir de informações adquiridas por meio de uma outra quadrilha que foi apresentada ontem. No momento da abordagem policial eles estavam em um veículo Fiat Palio, com a documentação atrasada, o conhecido “Bob”, Jesival chegou a empunhar a arma, um revolver calibre 38, mas foi alvejado com dois tiros pela policia antes que pudesse efetuar algum disparo. Ele foi socorrido e se encontra internado na Santa Casa, sob escolta policial.

Revólveres calibre 38 e munições foram apreendidos com o trio. (Foto: Paulo Francis)
Revólveres calibre 38 e munições foram apreendidos com o trio. (Foto: Paulo Francis)

O delegado destaca que Jesival e Rui já são os autores de outros dois roubos aconteceram no mês passado na Capital. O primeiro foi às 18h do dia 11 de agosto, em uma Madeireira localizada na rua Brilhante, no qual os assaltantes dominaram os funcionários sob a posse de uma arma de fogo e roubaram do cofre a quantia de R$ 15 mil reais. O segundo ocorreu no mesmo horário, porem no dia 21 de agosto, em uma empresa revendedora de maquinas pesadas, localizada na Avenida Guaicurus, e foi subtraído a quantia de R$ 4 mil reais. “Pelos crimes ocorrerem na mesma faixa de horário, obviamente eles estariam tentando se favorecerem pela questão dos fechamentos das empresas, horário de movimentação de trânsito e outras circunstâncias que eles imaginam facilitar as ações deles”, afirma.

Luiz Alberto afirma que até o momento os valores roubados ainda não foi recuperado. Os envolvidos foram autuados por associação criminosa e roubo tentado, e ainda serão indiciados pelos crimes praticados anteriormente.

Paulo Francis

Comentários

comentários