Empate garante Uruguai e Paraguai nas quartas de final da Copa América

Resultado de 1 a 1 foi bom para as duas seleções, que fizeram jogo de bastante marcação em La Serena. Gol paraguaio foi do recém-contratado pelo Palmeiras, Lucas Barrios

Em um duelo bastante equilibrado em La Serena, Uruguai e Paraguai ficaram no empate por 1 a 1. O resultado classificou as duas seleções para as quartas de final da Copa América. O gol do Paraguai foi anotado por Lucas Barrios, novo contratado do Palmeiras. Para o Uruguai marcou o zagueiro José Giménez.

Os paraguaios fecharam a primeira fase com cinco pontos, enquanto os uruguaios ficam com quatro. Resta saber qual será o resultado da partida entre Argentina e Jamaica para definir as posições finais no Grupo B.

Uruguaios e paraguaios fizeram jogo brigado e empate foi resultado justo (Foto: Vladimir Rodas/ AFP)
Uruguaios e paraguaios fizeram jogo brigado e empate foi resultado justo (Foto: Vladimir Rodas/ AFP)

O jogo foi tão igual que os gols das duas equipe, inclusive, foram idênticos. Aos 28 minutos do primeiro tempo, após escanteio cobrado por Carlos Sánchez, José Giménez se livrou da marcação e cabeceou para abrir o placar a favor da Celeste.

As oportunidades de gol na primeira etapa foram poucas, mas os uruguaios ainda tiveram a chance de ampliar com Cavani. O atacante do PSG recebeu de costas para o gol e fez o giro. O arremate, porém, passou perto mas foi para fora.

Mas o Paraguai não estava disposto a ir para o vestiário perdendo. Também em jogada de escanteio, Barrios subiu para colocar a igualdade no placar.

No segundo tempo o técnico Óscar Tabárez tentou dar uma ofensividade maior ao Uruguai, colocando Stuani no lugar do inconstante Abel Hernández. Pois o atacante que entrou no segundo tempo quase recolocou a Celeste na frente, também de cabeça, mas o goleiro Villar evitou com grande defesa.

O tempo passava e apesar do empate ser bom para sua equipe, o técnico Ramón Díaz resolveu mexer na tentativa de puxar o Paraguai para frente. Perdeu o meia Ortigoza, jogador habilidoso de meio-campo por lesão. Minutos depois tirou Bobadilla e pôs o meia Derlis González. Barrios saiu aparentemente sentindo cãimbras e foi substituído pelo centroavante Roque Santa Cruz. Ainda assim os paraguaios tiveram apenas uma grande oportunidade, com o próprio Santa Cruz no fim. O atacante chutou forte, rasteiro, mas Muslera se esticou todo para espalmar.

O esforçado Uruguai ainda buscou o ataque, porém faltou um pouco mais de calma e também categoria para criar uma jogada trabalhada. As bolas lançadas na área não surtiam efeito, e o empate em 1 a 1 acabou sendo um resultado justo.

FICHA TÉCNICA: URUGUAI 1 X 1 PARAGUAI

Local: La Portada, em La Serena (CHI)
Data-hora: 20/6/2015 – 16h
Árbitro: Roberto García (MEX)
Auxiliares: José Luis Camargo (MEX) e Márvin Torrentera (MEX)
Cartões Amarelos: Hernández (URU), Álvaro Pereira (URU), Coates (URU); Ortigoza (PAR), Ortíz (PAR), Molinas (PAR)
Cartões Vermelhos: Não houve
Gols: José Giménez 28’/1ºT (1-0), Barrios 43’/1ºT (1-1)

URUGUAI: Muslera, Maxi Pereira, José Giménez, Coates e Álvaro Pereira; Arévalo Ríos, Carlos Sánchez (Cristian Rodríguez 22’/2ºT), Álvaro González e Hernández (Stuani, intervalo); Rolán e Cavani – Técnico: Óscar Tabárez.

PARAGUAI: Villar, Marcos Cáceres, Paulo da Silva, Bruno Valdez e Piris; Molinas, Ortigoza (Ortíz 19’/2ºT), Benítez e Bobadilla (Derlis González 22’/2ºT); Lucas Barrios (Roque Santa Cruz 26’/2ºT) e Haedo Valdez – Técnico: Ramón Díaz.

LANCEPRESS!

Comentários

comentários