Em vídeo, MC Biel pede desculpas a repórter do iG por assédio sexual

Cantor gravou vídeo na noite dessa terça-feira e disse estar “arrependido do comentário feito em entrevista”

Rio – O funkeiro MC Biel gravou um vídeo, na noite dessa terça-feira, em Lorena, no interior de São Paulo, em que ele pede desculpas a repórter do Portal iG e se diz “arrependido de ter feito a brincadeira”. A públicação deverá ser feita hoje em suas redes sociais. Além disso, no vídeo, o rapaz se “desculpará com as mulheres do Brasil”. A decisão aconteceu após o cantor se encontrar com o presidente da Warner Music na tarde de ontem em São Paulo e constatarem que a atitude do jovem — de assediar sexualmente a jornalista — trouxe graves problemas para a imagem do músico. A informação da gravação do vídeo foi confirmada pela assessoria de imprensa de MC Biel.

Funkeiro estaria arrependido com "brincadeira" Foto: Reprodução / Instagram
Funkeiro estaria arrependido com “brincadeira”
Foto: Reprodução / Instagram

Na públicação o funkeiro dirá que “está arrependido de ter feito os comentários à profissional” e que esse fato “não passou de uma brincadeira”. Segundo fontes, o músico estaria “muito arrependido e triste” com toda essa repercussão negativa de sua atitude.

Após ser acusado de assediar a repórter do Portal iG, o cantor teria sido vetado de participar de programas na TV Globo. O músico, que causou polêmicas com sua atitude, deverá ser desconvidado da “Dança dos Famosos”, do Domingão do Faustão, e o “Saltibum”, do Caldeirão do Huck. Além disso, um de seus maiores sucesso, a música “Química”, que está na trilha sonora da nova novela das 19h, “Haja Coração”, será retirada do ar até que tudo se esclareça. A informação é da coluna Zapping, do jornal “Agora”.

Na segunda-feira, MC Biel também foi desconvidado de levar a tocha olímpica em Fortaleza (CE), pelo Comitê Olímpico Rio-2016. O evento aconteceu ontem, no Ceará.

Nessa terça-feira, o Portal iG divulgou os áudios originais da entrevista em que ele teria assediado a repórter. “Se te pego eu te quebro no meio. Você não pode falar nada”, diz. De acordo com o Portal iG, o assédio à jornalista aconteceu em diversos momentos de uma entrevista realizada no mês de maio, que servia para divulgar o novo CD do artista. “Mano, que ‘ramelona’ essa mina. Vai, dá desconto porque ele é gostosinha”, disse o cantor ao atender o telefone no áudio divulgado pelo site.

Segundo o “iG”, Biel pediu para a profissional responder a uma ligação que ele havia recebido no celular. Depois que a jornalista disse ao aparelho que o cantor não poderia falar naquele momento, foi chamada de “cuzona”. Em outro trecho, a profissional questiona sobre a prática de dar um beijo na boca, um selinho, das fãs. “Te incomoda quando pedem selinho?”, pergunta a repórter na gravação. “Não. Eu dou. Você quer um?”, diz o cantor. “Não, obrigada”, responde a jornalista. “Tá bom. A gente tenta, né? Não é famosa, mas tem (inaudível)”, declara Biel.

Em outro ponto da conversa, o artista disse que “quebraria a repórter no meio” (supostamente em uma relação sexual) ao ouvir que tinha praticamente a mesma idade que ela. “Eu sou PhD no que eu faço. Vocês estão se formando, gente. Respeite os mais velhos. Só não tenho barba, mas tenho 20 anos”, disse ele no áudio divulgado pelo “iG”. “No meu caso, eu tenho 21”, responde a repórter. “Menina, se eu te pego, eu te quebro no meio. Então você não pode falar nada”, acrescenta. Ainda segundo o portal, mas em um trecho cuja gravação não foi mostrada, Biel diz que levaria a repórter para o hotel caso ela fosse a última a fazer a entrevista com ele naquele dia — ela foi a penúltima.

O caso está sendo investigado pela 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo.

O outro lado

A respeito da proibição de Biel em participar dos programas de TV Globo e ter a sua música retirada da novela “Haja Coração”, a emissora carioca afirmou que “não está prevista a participação do cantor na Dança dos Famosos, do “Domingão do Faustão”. Ainda de acordo com o comunicado, “os convites para o Saltibum do Caldeirão do Huck, ainda foram feitos”. Por fim, a nota informa que “a trilha de Haja Coração permanece a mesma”. Por telefone, a assessoria do Comitê Olímpico Rio-2016 afirmou que desconvidou o cantor, pois “o intuito do revezamento da Tocha é passar uma mensagem de paz e, por isso, o Comitê não quer se vincular a esse caso enquanto as coisas não tiverem esclarecidas”. O COI salientou que “espera que tudo seja resolvido da melhor maneira em todas as partes e enquanto isso não acontecer, prefere não se envolver nesse caso”. (O DIA)

Comentários

comentários