Em conferência, Lula disse que pode ser candidato à presidência em 2018

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que poderá sair candidato à presidência em 2018. Durante uma conferência de segurança alimentar, em Brasília, o petista ainda criticou a tentativa de fazer cortes no programa do Bolsa Família e pediu apoio à presidente Dilma Rousseff.

Além de pedir apoio a Dilma, Lula também rebateu acusações de corrupção (Foto: Arq. Folha Press)
Além de pedir apoio a Dilma, Lula também rebateu acusações de corrupção (Foto: Arq. Folha Press)

Recebido com aplausos, Lula criticou a tentativa de impeachment e disse que estão desgastando a presidente para tentar atingi-lo. “Nós não vamos admitir o impeachment da Dilma”, declarou o ex-presidente.

Além de pedir apoio a Dilma, Lula também rebateu acusações de corrupção. “Não vou admitir que corrupto me chame de corrupto. Todos eles juntos não dão 10% da minha honestidade”, disse. “A corrupção só está aparecendo agora porque tem um governo que está apurando o que eles não apuravam”.

Lula ainda criticou o deputado Ricardo Barros (PP-PR), relator do Orçamento da União de 2016 que defende a adoção de cortes no Bolsa Família.

Por fim, o ex-presidente ameaçou sair candidato em 2018 se alguém “tentar estragar” os programas sociais que ele criou.

BAND

Comentários

comentários