Em ato político, Reinaldo exalta adesão de Felipe Orro ao PSDB

Ao lembrar que “o bom filho à casa torna”, o governador Reinaldo Azambuja deus as boas vindas no PSDB ao deputado estadual Felipe Orro (ex-PDT) e disse que sua filiação “engrandece e fortalece” o partido. O ato de filiação de Felipe Orro aconteceu no fim da manhã desta sexta-feira (18), na sede regional do partido, no Jardim dos Estados, em Campo Grande.
Felipe Orro assina ficha de filiação (Foto: Divulgação )
Felipe Orro assina ficha de filiação (Foto: Divulgação )

Além do governador, estavam presentes os deputados estaduais Beto Pereira, Mara Caseiro, Maurício Picarelli, Rinaldo Modesto, o presidente da Acrisul e ex-deputado Jonathan Barbosa, o secretário da Casa Civil do governo do Estado Sérgio de Paula, prefeitos, vereadores e dezenas de lideranças.

O governador lembrou que foi o pai de Felipe, o ex-deputado Roberto Orro, quem abonou sua ficha de filiação ao PSDB em 1995, ao lado do ex-senador Lúdio Coelho e do ex-prefeito de Dourados Humberto Teixeira. “No ano seguinte seu pai lutou para que eu fosse prefeito de Maracaju, fez a articulação e conseguimos uma aliança que nos deu a vitória”, continuou Reinaldo.

“Temos grande carinho por seu retorno ao partido, sobretudo nesse momento em que o povo exige que a política seja feita com honestidade”, disse o governador. Felipe Orro foi filiado ao PSDB até 2004, elegeu-se vereador e prefeito de Aquidauana pelo partido, e antes liderou a juventude tucana no Estado.

O presidente estadual do PSDB, deputado federal licenciado e secretário estadual da Fazenda Marcio Monteiro, saudou Felipe Orro dizendo que ele tem “toda legitimidade” de retornar ao partido porque “teve a oportunidade de estar presente e abonar as filiações” de boa parte dos tucanos mais antigos do Estado.

A filiação de Felipe Orro “traz ânimo” ao partido para “fazer o grande combate” que a conjuntura política brasileira vislumbra”, continuou Monteiro. “É uma honra tê-lo conosco, fomos colegas quando prefeitos e trabalhamos juntos na Assembleia. Eu me sinto até constrangido por não ter trazido o Felipe antes para o PSDB”, concluiu.

Jonathan Barbosa seguiu a mesma linha, afirmando que Felipe retorna “à casa que sempre foi sua e de seu pai”. Agradeceu ao deputado por ter aceitado seu convite para se filiar ao PSDB dizendo que ali é o lugar “de gente ficha limpa”, e completou dizendo: “Você sempre terá seu lugar em nossos corações”.

Maurício Picarelli e Mara Caseiro também deram as boas vindas ao novo membro da bancada tucana, que agora soma oito integrantes.

Felipe Orro procurou saudar e agradecer nominalmente a todos e se declarou emocionado por retornar ao PSDB, onde começou sua militância política ainda jovem. “Tenho uma história no PSDB”, e relatou episódios de sua longa carreira política no partido em que interagiu com vários dos presentes, inclusive com Marcio Monteiro e Reinaldo Azambuja. “Ele (Reinaldo) era presidente da Assomasul e eu secretário, viajamos o Estado juntos.”

Assegurando que é o “mesmo Felipe Orro que cumpre o que fala e não deixa ninguém na mão”, o deputado frisou que construiu um currículo como “ficha limpa” e tem orgulho de atender ao pedido de seu pai. “Ele agarrou em minha mão e disse: meu filho cuide da sua mãe e procure sempre fazer a coisa certa, como eu te ensinei”, relatou Felipe, quando da última internação do ex-deputado Roberto Orro, em São Paulo, no início do ano.

“Entro como soldado”, enfatizou Felipe. “Vou somar na Assembleia para ajudar o governador a desenvolver esse Estado. Tem a minha admiração e merece os meus elogios pelo muito que já fez, apesar da situação difícil em que assumiu o governo”, concluiu, dirigindo-se a Reinaldo. A filiação de Felipe deixa o PSDB com a maior bancada na Assembleia: oito deputados, um terço do total do parlamento.

Comentários

comentários