Em ato de greve, funcionários da UFGD fazem piquenique em praça hoje

Divulgação - Comando de greve
Divulgação – Comando de greve

Como ato da greve que já dura quatro dias, técnicos administrativos da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) fazem um piquenique às 16h de hoje (28) na Praça Antonio João, centro de Dourados. O comando de greve pediu orientou que os funcionários levem lanche, cadeiras e tereré para a praça, para comemorar o Dia do Servidor.

A greve é um protesto dos servidores contra a PEC 241, já aprovada em segunda votação na Câmara dos Deputados e que ainda será votada no Senado. A proposta, encaminhada pelo governo Michel Temer, limita os gastos federais e pode deixar servidores sem reajuste, além de reduzir concursos públicos. A greve dos técnicos administrativos das universidades federais ocorre em todo o país.

“Essa PEC não é simplesmente o congelamento dos gastos públicos. É a própria redução dos serviços públicos gratuitos existentes, como saúde, educação e assistência social, que hoje são disponibilizados para a população”, afirma o comando de greve em seu Facebook.

Rodrigo Barbosa, estudante de Engenharia de Energias da instituição, contou ao Página Brazil que apoia a decisão dos servidores da universidade, pois a PEC significa uma perda de direitos segundo ele.

“Os funcionários estão muito certos, eu até acho que os estudantes deveriam apoiar junto também. Essa PEC vai afetar todo mundo, a gente perdendo direitos e ninguémvendo.”, afirma Rodrigo

 

Cerca de 300 funcionários da universidade e do Hospital Universitário, aderiram à greve, que afeta acesso e assistência nos laboratórios, empréstimos nas bibliotecas e solicitações de documentos nas secretarias.

Para a população, a paralisação restringe o atendimento em geral de informações e até de solicitação de serviços. “Também pode impactar no atendimento no HU, principalmente novas internações e cirurgias eletivas”, declarou também o comando de greve.

Comentários

comentários